Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Brasil e Argentina disputam clássico sem ‘europeus’

Por Glyn Kirk
13 set 2011, 17h05

A seleção brasileira enfrenta nesta quarta-feira a Argentina em Córdoba, no primeiro de dois amistosos disputados sem os jogadores que atuam em clubes da Europa.

O técnico Mano Menezes pretende aproveitar estas partidas para testar atletas que se destacam em clubes brasileiros.

Entre eles, dez foram convocados pela primeira vez: o goleiro Rafael, os laterais Mário Fernandes e Bruno Cortês, o zagueiro Rhodolfo, os volantes Casemiro, Rômulo e Paulinho e os meias Cícero, Oscar e Renato Abreu.

Entre esses novatos, Casemiro e Oscar foram destaques da seleção Sub-20 que se sagrou pentacampeã mundial em agosto na Colômbia.

“Procuramos usar cada vez mais atletas da Sub-20. Já começamos com Neymar e Lucas, continuamos com Danilo e agora com esses novos jogadores”, explicou o técnico após a vitória por 1 a 0 no amistoso da semana passada contra Gana.

Nessa partida, o autor do gol da vitória foi outro jovem que atua no Brasil, o atacante Leandro Damião, em grande fase com o Internacional, que deve ser titular ao lado no Neymar no ataque.

Continua após a publicidade

Mano também conta com jogadores mais experientes, como Ronaldinho, mas não poderá escalar Fred. A comissão técnica anunciou nesta terça-feira o corte do atacante do Fluminense, que viajou para a Argentina com dores na coxa direita.

Já a seleção argentina sofreu os desfalques de dois veteranos, Juan Román Riquelme, de 33 anos e Juan Sebastián Verón, de 36, ambos machucados.

Estes amistosos contra o Brasil são os últimos dos comandados do técnico Alejandro Sabella antes do início das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014.

Desta vez, por não poder contar com jogadores que atuam na Europa, o treinador não terá o craque Lionel Messi, destaque da equipe nos dois últimos amistosos nos quais a Argentina derrotou a Venezuela por 1 a 0 em Calcutá, na Índia e a Nigéria por 3 a 1 em Dacca, no Bangladesh.

O segundo capítulo deste ‘clássico das Américas’ será disputado no dia 28 de setembro em Belém.

Continua após a publicidade

A partida desta quarta-feira está marcada para às 21h50 no horário de Brasília, no estádio Mario Kempes de Córdoba, com capacidade para 55.000 torcedores.

O trio de arbitragem será formado pelo juiz chileno Enrique Osses, auxiliado pelos compatriotas Patricio Basualto e Carlos Astraza.

Possíveis escalações:

Argentina: Agustín Orión – Germán Ré, Sebastián Domínguez, Leandro Desábato, Iván Pillud – Augusto Fernández, Héctor Canteros, Víctor Zapata, Emiliano Papa – Juan Manuel Martínez e Emanuel Gigliotti. T: Alejandro Sabella.

Brasil: Rafael – Danilo, Mário Fernandes, Henrique, Dedé – Ralf, Cícero, Lucas, Ronaldinho – Neymar e Leandro Damião. T: Mano Menezes.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.