Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Brasil dá azar no sorteio: vai pegar os EUA na Copa Davis

Duelo, marcado para o início de fevereiro, deverá ser travado em quadra dura

Por Da Redação 19 set 2012, 09h57

Nos outros confrontos, a Espanha enfrentará o Canadá, fora de casa, e os checos, finalistas da edição 2012, terão de encarar logo de cara a Suíça de Federer

O Brasil não deu sorte na definição dos confrontos do Grupo Mundial da Copa Davis de 2013. De volta à elite da competição depois de derrotar a Rússia, a equipe nacional torcia para jogar em casa. No sorteio realizado na manhã desta quarta-feira, em Londres, o Brasil pegou os Estados Unidos – e terá de encarar os americanos fora de seus domínios. O duelo entre os dois países será disputado nos primeiros dias de fevereiro, em cidade e piso a serem anunciados posteriormente pelos americanos. É dado como certo, porém, que os EUA escolherão um piso rápido, em que os brasileiros não se sentem tão à vontade. Jogando em casa, o Brasil costuma optar pelo saibro.

Fora do Grupo Mundial nos últimos nove anos, a equipe brasileira selou sua volta à elite no último sábado, em São José do Rio Preto (SP), onde Marcelo Melo e Bruno Soares foram os responsáveis por garantir a classificação na repescagem, contra a Rússia. Embora o Brasil tenha escapado de pegar potências como Espanha, Sérvia e Suíça, o adversário sorteado também preocupa muito, pois conta com o atual número 10 do ranking mundial, John Isner, e ostenta a melhor dupla do circuito profissional, formada pelos irmãos Mike e Bob Bryan. Todos são muito bons em quadra rápida. Isner, por exemplo, é grande sacador – e esse tipo de piso favorece muito o jogo dele.

Essa será a quinta vez que Brasil e Estados Unidos se enfrentam em um confronto da Davis. Os americanos levaram a melhor em três dos quatro duelos travados até hoje. O Brasil só venceu em 1966, por 3 a 2, em Porto Alegre, depois de ter sido superado pelo rival em 1932 e 1957, em ambas ocasiões por 5 a 0, fora de casa. No último confronto entre os dois países, em 1997, os americanos bateram os brasileiros por 4 a 1, em Ribeirão Preto (SP), onde o então novato Gustavo Kuerten defendeu o país ao lado de Fernando Meligeni e Jaime Oncins. Com o adversário contando com Jim Courier, ex-líder do ranking mundial e atual capitão dos Estados Unidos na Davis, o Brasil só ganhou nas duplas.

O sorteio desta quarta-feira definiu também os outros sete confrontos da primeira rodada do Grupo Mundial de 2013. Temida pelos brasileiros como um possível rival na volta à elite, a Espanha enfrentará o Canadá, fora de casa. Os checos, finalistas da edição 2012, terão de encarar logo de cara a Suíça de Roger Federer, em solo suíço. A Sérvia, liderada por Novak Djokovic, medirá forças com a Bélgica, também longe de seus domínios. Já a Argentina, eliminada pela República Checa na semifinal de 2012, iniciará o Grupo Mundial de 2013 atuando em casa diante da Alemanha. Itália x Croácia, França x Israel e Casaquistão x Áustria completam a lista de confrontos.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade