Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil conquista mais três medalhas e um recorde mundial

Repetindo o primeiro dia de Paralimpíada, judô e natação levaram país ao pódio

O ouro de Andre Brasil foi a sexta medalha do Brasil nos Jogos Paralímpicos. Antes dele, também nesta sexta, subiram ao pódio as judocas Lúcia Teixeira e Daniele Bernardes

Depois de iniciar os Jogos Paralímpicos de Londres com três medalhas no primeiro dia de competições, na quinta-feira, a delegação brasileira repetiu a dose nesta sexta. Assim como na véspera, a natação e o judô foram as modalidades que levaram o país ao pódio. Depois do ouro e do recorde mundial de Daniel Dias na quinta, Andre Brasil conquistou as mesmas façanhas do companheiro de equipe nos 50 metros nado livre, na categoria S10. O atleta já tinha obtido o recorde paralímpico nas eliminatórias. Na final, marcou 23s16, à frente do canadense Nathan Stain, prata, e do australiano Andrew Pasterfield, bronze. Outro brasileiro, Phelipe Andrews Melo Rodrigues, foi o quarto colocado na prova. O ouro nos 50 metros foi a segunda medalha de Andre Brasil em Londres – ele já tinha sido prata nos 200 metros nado medley. Ele sonha em subir ao pódio nas oito provas que disputa.

Galeria de fotos: As melhores imagens dos Jogos Paralímpicos de Londres-2012

O ouro de Andre Brasil foi a sexta medalha do Brasil nos Jogos Paralímpicos. Antes dele, também nesta sexta, subiram ao pódio as judocas Lúcia Teixeira e Daniele Bernardes. Na categoria até 63 quilos, Daniele garantiu o bronze ao vencer a venezuelana Naomi Soazo com um ippon. Daniele iniciou sua campanha em Londres com um ippon na finlandesa Paivi Tolppanen. Na semifinal, perdeu da chinesa Tong Zhou, por dois yukos. Foi o terceiro bronze de Daniele em Paralimpíadas – ela já tinha conquistado a mesma medalha em Atenas e em Pequim. Já Lúcia Teixeira chegou à final da categoria até 57 quilos, mas perdeu o ouro para a favorita Afag Sultanova, do Azerbaijão, por ippon. Para chegar à decisão, Lúcia bateu a espanhola Monica Herrero por ippon. Sultanova já tinha batido a brasileira na final do mundial. Na quinta, Michele Ferreira já tinha obtido bronze no judô para o país.

(Com agência Gazeta Press)