Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil conhece seus rivais na Copa América nesta segunda

Sorteio das chaves acontece em Viña del Mar. A seleção, cabeça-de-chave do Grupo C, já sabe qual será o roteiro na primeira fase e seu caminho até a final

O caminho do Brasil

PRIMEIRA FASE

A seleção estreia em Temuco, no dia 14 de junho. Depois, joga duas vezes em Santiago, no estádio do Colo-Colo, nos dias 17 e 21.

FASES ELIMINATÓRIAS

Se avançar em primeiro do grupo, o Brasil faz as quartas de final em Concepción, no dia 27 de junho, e a semi no mesmo local, no dia 30. Se ficar só em segundo, joga as quartas em Temuco, no dia 25, e a semi em Santiago, no dia 29. A final será no dia 4, no Estádio Nacional, na capital chilena.

A seleção brasileira conhecerá na noite desta segunda-feira seus adversários na primeira fase da Copa América do Chile, que acontece entre os dias 11 de junho e 14 de julho de 2015. No domingo, a Conmebol anunciou que a equipe pentacampeã do mundo será cabeça-de-chave do Grupo C – assim, a equipe já sabe qual será seu roteiro na competição, pois o calendário da primeira fase e o cruzamento das seleções nas etapas eliminatórias estão prontos. Falta conhecer os outros integrantes do grupo, que serão definidos no sorteio marcado para as 21 horas (de Brasília), em Viña del Mar. O anfitrião Chile será o cabeça-de-chave do Grupo A e a vice-campeã mundial Argentina encabeçará o Grupo B.

De acordo com o Comitê Executivo da Conmebol, o Chile ficou no primeiro grupo por ser o país-sede, e a Argentina foi alocada no segundo por ser a melhor equipe sul-americana no ranking da Fifa (2º lugar, atrás da Alemanha). Como cabeça-de-chave do Grupo C, a seleção do técnico Dunga estreia em Temuco e depois joga duas vezes em Santiago. Pode também viajar a Concepción, no sul do país, antes da final, que acontece na capital chilena. No segundo pote do sorteio desta segunda estão o Uruguai, campeão da última edição, além da Colômbia e do México, equipes que fizeram partidas duríssimas contra o Brasil nos últimos meses. No terceiro pote estão Equador, Peru e Paraguai, e no quarto ficaram Venezuela, Bolívia e Jamaica. Em seu primeiro torneio oficial desde o fiasco na Copa do Mundo, o Brasil pode cair num grupo difícil – com Colômbia, Equador e Venezuela, por exemplo.

Organização – A Federação Chilena de Futebol preparou uma grande festa em Viña del Mar para o sorteio dos grupos. Os cartolas do país querem mostrar que o país é capaz de organizar um torneio de alto nível, tanto dentro como fora do campo. As dúvidas sobre a capacidade dos chilenos de sediar a Copa América surgiram depois que o Comitê Organizador Local solicitou à Conmebol o adiamento do sorteio, que estava marcado para 27 de outubro. Os dirigentes pediram mais tempo para definir a situação do estádio Ester Roa, em Concepción, que está com as obras atrasadas. Os organizadores só receberam as garantias sobre o cronograma das obras no início deste mês. Mesmo assim, o estádio de Concepción não terá partidas da primeira fase do torneio. O Chile ganhou a oportunidade de receber a Copa América de 2015 depois que o Brasil abriu mão de sediar o torneio, já que os cartolas temiam que a competição fosse uma espécie de anticlímax um ano depois do Mundial. Com a mudança, a competição será disputada no país apenas em 2019. A expectativa dos chilenos é superar o público de 700.000 torcedores da última Copa América, realizada em 2011, na Argentina. O torneio será disputado em oito cidades e nove estádios (a capital Santiago terá jogos em dois palcos diferentes).

(Com agência EFE e Estadão Conteúdo)