Clique e assine com 88% de desconto

Brasil bate Rússia e conquista 2ª vitória no Grand Prix

Por Da Redação - 3 ago 2013, 13h28

A seleção brasileira feminina de vôlei conquistou neste sábado a sua segunda vitória no Grupo A do Grand Prix. Após superar a Polônia na estreia em Campinas, na última sexta-feira, a equipe dirigida pelo técnico José Roberto Guimarães voltou a triunfar ao bater a seleção russa por 3 sets a 2, com parciais de 26/28, 26/24, 25/19, 22/25 e 15/8, em 2 horas e 10 minutos.

Neste domingo, o Brasil encerra a sua participação no Grupo A em partida contra a seleção dos Estados Unidos, que encara ainda neste sábado a Polônia. Na sexta-feira, as norte-americanas abriram a participação no Grand Prix com vitória por 3 sets a 1 sobre a Rússia.

O Brasil começou a partida deste sábado com Dani Lins, Monique, Fernanda Garay, Gabi, Juciely e Adenízia, além da líbero Camila Brait. Sheilla, Fabíola e Michelle entraram durante o duelo. Fernanda Garay foi o principal destaque brasileiro, com 22 pontos, três a menos do que a russa Goncharova, em um duelo que ficou marcado pelas provocações entre as jogadoras;

As duas seleções fizeram um duelo equilibrado no primeiro set, mas as russas quase sempre estiveram à frente no placar. Zé Roberto ainda promoveu a entrada de Sheilla para evitar a derrota, mas as brasileiras tiveram dificuldades para superar o bloqueio adversário. Assim, a Rússia, que errou menos, acabou vencendo a parcial por 28/26.

Publicidade

O segundo set da partida também foi equilibrado, tanto que cada seleção foi a um tempo técnico em vantagem. Nos momentos de definição, o Brasil, liderado por Fernanda Garay, foi superior e acabou fechando a parcial em 26/24 com um ponto de bloqueio de Adenízia.

Após um início igual de terceiro set, o Brasil deslanchou, novamente com boas atuações de Fernanda Garay e Adenízia, e êxito no saque e bloqueio. Assim, aproveitando o excesso de erros das russas fechou a parcial em 25/19.

No quarto set, as russas reagiram e voltaram a equilibrar o duelo, principalmente em razão do bom desempenho no bloqueio. O Brasil também oscilou, especialmente Gabi, e acabou sendo derrotado por 25/22, o que forçou a realização do tie-break.

O Brasil, então, foi soberano no set decisivo. Bem nos contra-ataques, a equipe abriu 8/5, ampliou a vantagem e fechou a parcial em 15/8 e o jogo em 3 sets a 2 com um bloqueio de Monique, garantindo a segunda vitória no Grand Prix da seleção brasileira, que segue invicta em 2013.

Publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade