Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil bate Alemanha no vôlei e pega Argentina nas quartas

Com time já classificado, técnico Bernardinho deu mais ritmo de jogo a reservas

Já classificada para as quartas de final dos Jogos Olímpicos de Londres, a seleção brasileira masculina de vôlei entrou em quadra nesta segunda-feira para enfrentar a Alemanha sabendo que mesmo uma vitória não seria suficiente para determinar o adversário na próxima fase – a definição aconteceria em sorteio.

Exclusivo VEJA: os Jogos que você não vê

Com isso, o técnico Bernardinho aproveitou para dar mais ritmo de jogo a vários reservas, como Giba e Wallace, e ao mesmo tempo preparar o time que vai entrar na reta final da busca pelo ouro olímpico. O resultado foi um triunfo por 3 sets a 0 (25/21, 25/22 e 25/19) com uma boa atuação tanto dos titulares quanto de quem estava no banco, numa demonstração de que a equipe começa a crescer no momento certo do torneio.

Essa subida de produção do Brasil, que havia sido alertada pelo técnico da Argentina, Javier Weber, parecia uma premonição de que o confronto entre as duas seleções estaria prestes a acontecer. E não deu outra: o sorteio realizado após a rodada determinou que o Brasil enfrenta a Argentina na próxima fase, duelo marcado para a próxima quarta-feira, às 10 horas (de Brasília).

Alemanha – Na partida desta segunda contra a Alemanha, o central Lucão foi o maior pontuador do Brasil, com 10 pontos. O ponteiro alemão Bjorn Andrae fez 14, sendo dois em saques, e acabou a partida como o principal anotador em quadra.

Com um bom volume de jogo desde o início, Bruninho inspirado na distribuição das jogadas e um eficiente trabalho de recepção, os comandados de Bernardinho se mostraram mais alertas do que na sofrida vitória sobre a Sérvia na última partida. Alguns momentos de distração na segunda parcial deram sustos à torcida brasileira e fizeram a Alemanha, também classificada para as quartas, liderar o placar.

Blog da Olimpíada: o dia a dia dos Jogos

Foi então que a equipe mostrou poder de reação e mostrou seu melhor vôlei, virando o jogo e vencendo por 25 a 22 em 31 minutos. No último set, em velocidade de cruzeiro, os brasileiros continuaram a impor seu ritmo e chegaram a abrir nove pontos de vantagem. Nem mesmo alguns momentos de distração impediram o triunfo na parcial por 25 a 19, em 25 minutos, sacramentando o resultado da partida.

(Com agência EFE)