Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil atropela Estados Unidos com 200 gol de Bruno Malias

O Brasil não teve dificuldades para começar com vitória sua campanha na Copa América de futebol de areia, disputada em Rio Quente. Nesta sexta-feira, a equipe derrotou os Estados Unidos por 12 a 4, em partida que ficará na memória de Bruno Malias. O atacante anotou o primeiro tento nacional da partida, seu 200com a camisa da Seleção. Neste sábado, o time canarinho enfrenta a Argentina. Os norte-americanos pegam o México.

A qualidade técnica superior fez com que o Brasil dominasse as ações da partida desde o início, mas o primeiro lance de perigo do jogo foi norte-americano. Nunez se esticou para desviar o lançamento longo e o goleiro Mão precisou fazer boa intervenção para manter o placar zerado. No lance seguinte, o arqueiro nacional falhou em cobrança de falta de Astorga, que abriu o marcador em Rio Quente.

O gol de empate brasileiro também saiu após um lance envolvendo Mão. Ele bateu falta de sua área e a arbitragem entendeu que o norte-americano Spitz interferiu de forma ilegal no lance, desviando a bola antes dela quicar na areia. Pênalti para o Brasil. O lance gerou muita reclamação e o técnico norte-americano foi expulso por ter entrado na quadra para protestar. Quando Bruno Malias finalmente foi autorizado a fazer a cobrança, bateu no canto esquerdo do goleiro McAndrews e anotou seu 200gol com a camisa da Seleção.

A virada veio ainda no primeiro tempo. O capitão norte-americano Farberoff tentou recuo curto, mas André se antecipou ao goleiro adversário e desviou para as redes. Na sequência, a arbitragem assinalou novo pênalti para a Seleção, mas Bruno Xavier mandou a bola na trave. O camisa 10 se redimiu do erro e anotou o terceiro tento nacional já nos lances finais da etapa inicial.

No segundo tempo, foi a vez dos Estados Unidos dominarem os primeiros lances ofensivos. A trave e o goleiro Mão impediram que os norte-americanos marcassem. Mas a eficiência brasileira fez a diferença. O bom passe de Jorginho caiu na frente de Datinha, que acertou belo voleio e ampliou. Sidney também deixou sua marca, em toque rasteiro, aproveitando o goleiro fora de posição. Os Estados Unidos voltaram a marcar em tiro forte de Reyes, mas Bruno Malias e André aumentaram a vantagem do Brasil antes do fim da segunda etapa.

As reclamações dos visitantes com os árbitros continuaram. A cada falta assinalada contra os Estados Unidos, os norte-americanos deixavam claro a insatisfação com a decisão e até os brasileiros reclamaram. Quando Anderson trombou com o adversário no meio da quadra, o árbitro marcou infração contra a Seleção, deixando o jogador brasileiro muito irritado.

O placar continuou aumentando no terceiro tempo, com André, que driblou o goleiro e marcou o oitavo gol do Brasil. Ele também deu passe para Bruno Malias mandar a bola às redes pela terceira vez no jogo. Buru, Datinha e Souza, para o Brasil, e Leopoldo e Gil, para os Estados Unidos deram números finais ao jogo.

*O repórter viaja a convite da organização do torneio