Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Branco lamenta perda do título, mas agradece oportunidade

Demitido após a derrota nos dois clássicos contra o Avaí, que marcaram a final do Campeonato Catarinense 2012 e culminaram na perda do título da competição, o técnico Branco não demonstrou mágoa com o clube, ao contrário, agradeceu a oportunidade oferecida pelo clube alvinegro e lamentou apenas o fato de não ter podido dar a alegria do título à torcida.

‘Fico triste por não ter conquistado o título, de não ter dado o título ao torcedor do Figueirense que me tratou tão bem, com um carinho enorme. Não me arrependo de nada daquilo que fiz. O trabalho foi muito bem feito e graças a Deus meu início de carreira foi excepcional, só não fui premiado com o título. Mas foi uma campanha brilhante, quase 75% de aproveitamento’, declarou o treinador em entrevista à ‘Rádio CBN’, de Florianópolis.

De acordo com o treinador, o fato de não ter podido contar com 100% dos jogadores à disposição na reta do campeonato foi determinante para os últimos resultados, mas acredita que superar essas adversidades faz parte da função de treinador.

O Figueira foi a primeira equipe profissional comandada por Branco, que assumiu a equipe após a saída do técnico Jorginho, seu companheiro de Seleção Brasileira. O ex-lateral esquerdo declarou que já recebeu telefonemas de dirigentes de equipes brasileiras na manhã desta segunda-feira, e deve aproveitar a semana para analisar as propostas.

‘Já recebi alguns telefonemas hoje de manhã e ainda vou ver qual que será o meu futuro. O importante é o que falei, que o início foi ótimo, podia ser melhor com o título, mas faz parte. A vida de técnico é assim mesmo’, disse.

Sem mágoas, Branco afirmou que torcerá pelo sucesso do Furacão na temporada: ‘O Figueirense tem um bom time, com qualidade, tem uma torcida espetacular que empurra e empurrou o time no estadual. Tomara a Deus que o Figueirense consiga fazer um Brasileirão maravilhoso e uma Sul-Americana que é importante para o clube’.