Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boxe: Manny Pacquiao é recebido com festa nas Filipinas

Ele está em recuperação de cirurgia no ombro e esperar ter revanche contra Mayweather

Embora tenha perdido a luta para o americano Floyd Mayweather Jr., Manny Pacquiao foi recebido como herói em seu país, as Filipinas. Na manhã desta quarta-feira, o boxeador desfilou para milhares de pessoas na capital Manila, onde esteve em uma espécie de ônibus conversível. Com 36 anos, Pacquiao iniciou carreira política mas ainda não sabe quando vai deixar o boxe. “Espero ter uma revanche”, declarou Pacquiao, sobre uma segunda luta contra Mayweather. “No momento penso somente em recuperar meu ombro e ficar com a minha família.”

Boxe: Manny Pacquiao opera o ombro nos EUA

Recém-operado do ombro direito, Pacquiao chegou com uma proteção preta no braço e, ao lado da família, posou para fotos em sua mansão, em um condomínio de luxo em Manila. Após tomar café da manhã com políticos em um hotel no centro da cidade, o pugilista finalmente subiu ao ônibus para ser ovacionado por milhares de fãs que foram às ruas prestar homenagem ao herói.

Derrotado, Pacquiao contesta a decisão dos juízes: “Ele só fugiu”

Em discurso, Pacquiao revelou que, depois de se recuperar, anunciará se vai continuar lutando ou se vai dedicar-se à política. Este é seu último ano como deputado da província de Sarangani e, assim, poderia disputar um cargo como congressista, governador ou senador.

Manny Pacquiao sonha se tornar presidente das Filipinas

A luta com Mayweather quebrou o recorde de venda de transmissão televisiva, 4,4 milhões de compradores de ppv, que deram receita de 400 milhões de dólares (aproximadamente 1,2 bilhão de reais). No total, o combate arrecadou 1,8 bilhão de reais e a bolsa do americano foi de pouco mais de 540 milhões de reais e a de Pacquiao, 360 milhões de reais.

(Com agência Gazeta Press)