Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Botafogo segue dividido entre Oswaldo de Oliveira e Paulo Autuori

As negociações para a contratação de um novo treinador continuam em General Severiano, mas o anúncio oficial só vai acontecer mesmo a partir da próxima semana, até porque um desfecho ainda está longe do fim.

A diretoria segue trabalhando em duas frentes: Paulo Autuori, que dirige atualmente a seleção olímpica do Catar, com vínculo até maio de 2012, e Oswaldo de Oliveira, que tem contrato com o Kashima Antlers, do Japão, até o fim deste ano.

Autuori era a prioridade, mas as dificuldades para conseguir a liberação do treinador estão falando mais alto. Por isso o nome de Oswaldo de Oliveira passou a ganhar muita força em General Severiano.

‘Para dirigir o Botafogo, pelo esforço que fizemos nos últimos anos e pela qualidade de nosso elenco, precisamos de um treinador de ponta, que tenha títulos de expressão nacionais e continentais. O Oswaldo realmente se encaixa neste perfil. Embora eu nunca tenha trabalhado com ele, as referências são as melhores possíveis. Mas só gosto de falar de qualquer negociação quando está encerrada’, disse Maurício Assumpção, presidente do Botafogo, deixando claro o interesse em Oswaldo de Oliveira.

Quem foi descartado completamente foi o sueco Sven-Goran Eriksson, que comandou a seleção inglesa nas Copas de 2002 e 2006. Seu nome tinha sido sugerido em algumas matérias divulgadas pela imprensa carioca, mas o tema foi tratado de maneira irônica pelos dirigentes alvinegros.