Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Botafogo recebe o Cruzeiro no Engenhão para manter a liderança

Por Da Redação 7 jun 2012, 08h22

O Botafogo recebe o Cruzeiro nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), no Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. O Glorioso vem de dois triunfos, é líder e quer manter os 100% de aproveitamento e a ponta. Já a Raposa, que empatou sem gols com Atlético-GO e Náutico, tem dois pontos e busca a primeira vitória na competição.

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo, acredita que na importância de um um começo ‘arrasador’, com a conquista do máximo de vitórias possível nas rodadas iniciais. Mesmo sabendo que o Brasileiro é uma competição longa, que só vai acabar em dezembro, o treinador vê a ‘gordura’ de pontos como algo que pode acabar se transformando um fator decisivo na reta final.

‘Nós sabemos que o Campeonato Brasileiro é longo e tem muita coisa para acontecer. Porém o importante é somar pontos e aproveitar o momento favorável. Estamos formando um time maduro e equilibrado, para brigar pelo que há de melhor na competição. Assim, o que conseguirmos de pontos neste momento pode fazer uma diferença muito importante na reta final’, disse Oswaldo.

Para este compromisso o Botafogo tem problemas. O goleiro Renan,com dores no músculo adutor da coxa direita, e o meia Fellype Gabriel, com dores no joelho direito, viraram desfalques de última hora. No gol, Oswaldo terá que apelar para o terceiro goleiro, Mílton Raphael, uma vez que Jéfferson segue de fora servindo à Seleção Brasileira em amistosos internacionais.

No meio-campo, sem Fellype Gabriel quem retorna é Andrezinho, recuperado da lesão na coxa esquerda. O zagueiro Antônio Carlos, continua de fora por conta de um edema ósseo no joelho direito. Fábio Ferreira, livre de dores na perna esquerda, reaparece na vaga de Dória, compondo o setor com Brinner.

Outro vetado é o volante Marcelo Mattos, reclamando de dores na virilha esquerda. Jadson segue no meio. No ataque, Herrera continua como titular e Loco Abreu segue afastado servindo à seleção do Uruguai nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil.

Somar três pontos também é a meta de Celso Roth, técnico do Cruzeiro, que entende que a conquista de uma vitória no Rio de Janeiro pode levar o time a outro patamar. Na visão do treinador, a maturidade defensiva do time pode representar a vitória diante do Botafogo.

‘A nossa meta é uma equipe vibrante, que joga no campo do adversário, com uma forte marcação e em velocidade. Se esse tipo de jogo encaixar contra o Botafogo, acredito que vamos ter boas chances de conquistar o resultado positivo, mesmo diante de um adversário de grande qualidade e que joga um futebol moderno. Mas a nossa confiança é grande’, disse Roth.

Para conquistar sua primeira vitória na atual edição do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro terá de quebrar um tabu de quase cinco anos. A Raposa nunca conseguiu uma vitória dentro do Engenhão. Em sete jogos no estádio, o máximo que o time celeste conseguiu foram dois empates.

Além disso, os mineiros acumulam outras cinco derrotas, sendo três para o Botafogo, uma para o Flamengo e uma para o Fluminense. Para acabar com este tabu, o técnico Celso Roth conta com os trabalhos do argentino Montillo, que vem atuando como uma espécie de atacante.

Segundo Roth, a estratégia de usar o armador no ataque faz parte do processo de acerto da equipe, o treinador acredita que em breve o meia vai se encaixar na nova função. Roth não poderá contar com o zagueiro Victorino, que serve a seleção do Uruguai.

Continua após a publicidade

Como Alex Silva está fora de combate por motivo de lesão, o treinador terá que optar por Mateus, que ainda não atuou oficialmente pelo clube. O volante Leandro Guerreiro é outro que fica fora do jogo por contusão.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-RJ X CRUZEIRO-MG

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 7 de junho de 2012 (Quinta-feira)

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Fabrício Neves Correa (RS)

Assistentes: Tatiana de Freitas (Fifa-RS) e José Eduardo Calza (RS)

BOTAFOGO: Mílton Raphael, Lucas, Fábio Ferreira, Brinner e Márcio Azevedo; Jadson, Renato, Andrezinho, Vítor Júnior e Maicosuel; Herrera

Técnico: Oswaldo de Oliveira

CRUZEIRO: Fábio, Diego Renan, Léo, Mateus e Marcelo Oliveira; Amaral, Charles, Tinga e Souza; Montillo e Wellington Paulista

Técnico: Celso Roth

Continua após a publicidade
Publicidade