Clique e assine a partir de 8,90/mês

Botafogo promete quitar 2 meses de salários atrasados

Por Da Redação - 20 jun 2012, 19h25

Por AE

Rio – O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, sempre exaltou que o clube nunca faltou com seus compromissos em sua gestão. Pois nesta quarta-feira o clube completou dois meses de atraso no pagamento do salário dos jogadores. Os dirigentes prometem quitar a dívida até o fim da próxima semana e descartam que haja insatisfação no elenco.

Com uma folha que supera os R$ 2 milhões mensais, o Botafogo tenta negociar Herrera, Loco Abreu, Maicosuel e Elkeson, embora os cartolas atestem que a eventual saída do quarteto não é determinante para o pagamento dos atrasados.

Ao alegar dores na panturrilha, Herrera não participou do treino desta quarta. Maicosuel e Abreu realizaram os exercícios físicos pela manhã e a atividade tática à tarde, no campo anexo do Engenhão. O meia brasileiro está em vias de acertar transferência para a Udinese e uma reunião na quinta entre os dirigentes italianos e o agente do jogador pode selar o acerto. A proposta é de R$ 13 milhões.

“Todo mundo sabe da forte identificação que tenho com o Botafogo e seu torcedor. Não passava pela minha cabeça deixar o clube nesse momento, mas acabou surgindo o interesse da Udinese, a diretoria do Botafogo entendeu que pode ser bom para ambos os lados e resolveu abrir as negociações”, comentou Maicosuel.

Loco, de 35 anos, tem mercado mais limitado, mas Flamengo e Palmeiras estariam interessados em conversar com o atacante uruguaio em caso de rescisão amigável com o clube alvinegro.

O Botafogo recebe a Ponte Preta no Engenhão, domingo, e Herrera não vai jogar. Os outros negociáveis devem ser relacionados para o confronto, válido pela sexta rodada do Brasileiro.

Continua após a publicidade
Publicidade