Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Botafogo precisa vencer o Bangu para atingir ‘meta’ na Taça Rio

Apesar do técnico Oswaldo de Oliveira e dos jogadores do Botafogo não falarem abertamente, foi traçada uma meta de pontuação para a disputa da Taça Rio. Nesse planejamento estava prevista a conquista de nove pontos nos três primeiros confrontos.

Parte do objetivo foi alcançado com os triunfos de 4 a 2 sobre Americano e 3 a 1 diante do Volta Redonda. Agora, resta apenas superar o Bangu em duelo programado para este sábado, às 16 horas (de Brasília), em Moça Bonita, na Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ).

A preocupação em somar nove pontos nestas três primeiras rodadas da Taça Rio é chegar ao clássico diante do Vasco, pela quarta rodada, com cem por cento de aproveitamento. Assim, um possível tropeço diante dos vascaínos não teria uma pressão muito grande em relação às chances de classificação para as semifinais. Além disso, a partir da próxima semana, quando estreia diante do Treze-PB, na Paraíba, o Alvinegro vai conciliar o Estadual com a disputa da Copa do Brasil.

‘Nós sabemos que o jogo contra o Bangu não vai ser fácil, mas será muito importante chegarmos a esses nove pontos, pois a disputa da Taça Rio está muito acirrada e não podemos pensar em tropeços, pois eles podem acabar custando muito caro no futuro. A dificuldade nas próximas semanas tende a aumentar ainda mais, já que vem a Copa do Brasil e os clássicos’, lembrou o zagueiro Fábio Ferreira.

Para a partida diante do Bangu, o principal reforço do Botafogo será o atacante Jobson, que já está liberado para jogar após cumprir suspensão imposta pelo uso de doping. O jogador enfim poderá reestrear e pelo empenho demonstrado nos treinos tem deixado Oswaldo de Oliveira e os dirigentes muito animados.

O retorno dele, por sinal, deverá criar um bom problema para o treinador, já que o argentino Herrera, com sete gols marcados, tem seu melhor início de temporada com a camisa botafoguenses. Mesmo em má fase, Loco Abreu é considerado titular absoluto. Caio, que vem entrando bem no segundo tempo dos jogos, também começa a pleitear uma vaga entre os onze principais.

Em relação aos meias, Oswaldo segue com problemas. Maicosuel, com estiramento muscular na coxa direita, e Andrezinho, com dores na coxa direita, já estão vetados, enquanto que Elkeson alimenta chances remotas de reaparecer, pois luta contra uma lesão na panturrilha direita.

O jovem Cidinho, recuperado de lesão na coxa esquerda, foi liberado para esta partida, mas não tem condições de suportar noventa minutos e vai ficar no banco de reservas. Fellype Gabriel, que chegou a ser internado após receber pancada na cabeça diante do Volta Redonda, não deverá ser problema.

Assim, Fellype Gabriel e Felipe Menezes deverão continuar como os apoiadores do time diante do Bangu. O elenco do Botafogo se reapresentou nesta terça-feira, mas apenas para uma movimentação física. A partir desta quarta-feira Oswaldo de Oliveira começa a pensar na formação que enfrenta o Bangu, uma vez que terá a semana livre, já que o Glorioso não joga nem na quarta e nem na quinta.