Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Botafogo perde para Ituano e se afunda no Paulista

Por AE

Ribeirão Preto – O Botafogo deu mostras de que terá muito trabalho para fugir do rebaixamento no Campeonato Paulista. A equipe sofreu sua quinta derrota consecutiva em casa, ao perder para o Ituano por 1 a 0, neste sábado à noite, pela 15.ª rodada, e caiu para a penúltima colocação na tabela.

Com a vitória, o Ituano subiu para a 11.ª colocação, com 18 pontos ganhos, ficando com sete pontos a mais que o XV de Piracicaba, primeiro time na zona do rebaixamento. O Botafogo, por sua vez, caiu para a vice-lanterna, com 10 pontos ganhos, três a menos que o Catanduvense, primeira equipe fora do descenso.

Em um primeiro tempo fraco tecnicamente, o Botafogo foi melhor e teve as melhores chances. Na principal, aos 31 minutos, o atacante Talles recebeu na intermediária, ajeitou e arriscou. A bola passou pelo goleiro Roberto e explodiu na trave, indo pela linha de fundo.

Na segunda etapa, o Ituano voltou mais ofensivo e conseguiu neutralizar as investidas do adversário. Assim, o time visitante conseguiu dominar a partida e abrir o placar. Aos 30 minutos, após belo passe de Kleiton Domingues, Adailton saiu na cara do goleiro Rafael e tocou por baixo, selando o placar. O Botafogo, muito nervoso, foi incapaz de reagir.

Pela 16.ª rodada, o Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h30, em Ribeirão Preto, no Estádio Santa Cruz, quando recebe o São Caetano. Simultaneamente, o Ituano enfrenta o Mogi Mirim, fora de casa, no Estádio Romildo Vitor Gomes Ferreira.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 0 X 1 ITUANO

BOTAFOGO – Rafael; Alessandro, Reniê, Marcos Aurélio e Alex; Leandro Carvalho, Daniel Paulista, Glauber e Camilo (Clebinho); Felipe (Lucas Dantas) e Talles Cunha. Técnico – Vágner Benazzi.

ITUANO – Roberto; Alex, Thiago Gomes, Vitor Hugo e Gustavo; Bruno Martins (Rodrigo Costa), Anderson Salles, Alan Mota e Kleiton Domingues; Jéfferson Luís (Elton) e Tiago Bezerra (Adaílton). Técnico – Roberto Fonseca.

GOLS – Adailton, aos 30 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira.

CARTÃO AMARELO – Alex, Alan Mota e Marcos Aurélio.

RENDA – R$ 21.383,00.

PÚBLICO – 1.369 pagantes.

LOCAL – Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.