Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Botafogo destaca fim de invencibilidade de dez meses do Coxa em casa

Por Da Redação - 27 maio 2012, 18h52

Não bastavam os seis desfalques, o Botafogo ainda teve que encarar na tarde deste domingo um adversário que não perdia em casa há dez meses. As dificuldades, contudo, foram superadas pelos alvinegros, que venceram o Curitiba por 3 a 2 no Couto Pereira.

‘Jogar aqui é muito difícil, eles são muito fortes em casa, fazem uma grande pressão’, observou Herrera, que foi vítima da força do Coxa logo no primeiro minuto de jogo, quando Lincoln abriu o placar para os anfitriões.

‘Apesar de termos tomado o gol no começo, não perdemos a cabeça e conseguimos nos estabilizar’, completou o atacante. Passado o baque, o Botafogo empatou com Lucas e virou com Vitor Junior ainda no primeiro tempo.

Na etapa final, contudo, o Coritiba chegou à igualdade aos cinco minutos, com Lucas Mendes. Os donos da casa mandaram na partida e criaram as melhores chances de gol. A medida que o tempo passava, o empate se tornava um bom placar para os botafoguenses. Contudo, aos 40 minutos, o time encaixou um contra-ataque e virou com novo tento de Lucas.

Publicidade

Herrera, porém, não vê injustiça no resultado. ‘Tomar um pouco de sufoco é normal, não dá para jogar 90 minutos fora de casa só atacando. Fomos bem e estão todos de parabéns’, sentenciou o argentino, que, com a lesão de Loco Abreu, jogou sozinho no ataque e pouco produziu.

Publicidade