Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bota libera Alexandre Oliveira, o ‘queridinho de Caio Júnior’, e mais três

A diretoria do Botafogo adotou a estratégia de não divulgar publicamente os jogadores que não fazem mais parte dos planos do clube para 2012 a fim de não desvalorizar os atletas. Porém, quatro deles já foram comunicados pelo vice-presidente de futebol do Alvinegro, André Silva, que não serão procurados para renovar contrato: Alexandre Oliveira, Léo, Thiago Galhardo e Everton.

Todos têm vínculo com o clube até 31 de dezembro e foram liberados para iniciarem negociações com outras equipes e se recolocarem no mercado para a próxima temporada.

O volante Léo deverá retornar ao Santa Cruz, seu clube de origem, já os meias Thiago Galhardo e Everton, o mais ilustre da lista, e o atacante Alexandre Oliveira, ?queridinho de Caio Júnior’ durante a passagem do treinador pelo time, ficam liberados a procurar novos rumos. Everton vai retornar ao futebol mexicano, pois tem contrato a cumprir com o Tigres. O jogador, porém, tem o desejo de permanecer no futebol brasileiro e pode procurar um outro destino.

Thiago Galhardo, inclusive, em sua página pessoal no Twitter, já dava sinais de que não ficaria em General Severiano. Alexandre Oliveira, indicado pelo ex-técnico do time Caio Junior, com quem trabalhou no Paraná Clube e no mundo árabe, nunca conseguiu se firmar entre os titulares e pode jogar o Campeonato Paulista pelo Mogi Mirim ou retornar ao mercado oriental.

Outros dois jogadores com contrato somente até o fim do ano já foram avisados que só ficarão se o técnico Oswaldo de Oliveira, que assume o elenco em janeiro, quiser. São eles o zagueiro Gustavo e o volante Bruno Tiago. Os dois são bem vistos pela diretoria e por isso estão na expectativa de uma nova oportunidade.

Alguns jogadores que estão fora dos planos, mas têm contrato de longa duração, serão envolvidos em negociações e podem virar moeda de troca. São os casos do lateral esquerdo Márcio Azevedo, que desagradou aos dirigentes ao reclamar de ser substituído na goleada por 4 a 0 sobre o Ceará, do volante Somália, mal visto no clube desde que inventou um sequestro para justificar atraso ao treino, e o atacante Caio, que não foi relacionado na goleada de 4 a 0 para o Atlético-MG por ter entrado em choque com a comissão técnica.

A redução do elenco se faz necessária para a contratação dos reforços pedidos por Oswaldo de Oliveira, além de abrir espaço para a promoção dos atletas oriundos das categorias de base do Glorioso. Já ficou definido que serão promovidos ao plantel profissional em 2012 o goleiro Andrey, o lateral esquerdo Renan Lemos, o volante Fabiano e os meias Jefferson e Vitinho. Outros atletas deverão ganhar uma oportunidade no grupo principal tão logo sejam analisados por Oswaldo. Em relação aos reforços, os nomes falados por enquanto não passam de especulação, pois o novo treinador ainda não teve a oportunidade de analisar o elenco e entregar uma relação de pedidos.