Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Borges supera ansiedade após vitória na estreia do Mundial

Aos 31 anos, o experiente artilheiro Borges estava ansioso para o início do Mundial de Clubes. O nervosismo do atacante acabou com um gol e a vitória sobre o Kashiwa Reysol, nesta quarta-feira, garantindo a classificação do Santos para a decisão, diante do vencedor do duelo entre Al Sadd e Barcelona.

‘A gente tinha a ansiedade de fazer uma bela estreia’, admitiu Borges. ‘Enfrentamos uma equipe que toca bem a bola e tem um estilo parecido com o do Brasil, até porque conta com atletas brasileiros. Mas a ansiedade passou.’

O goleador aprovou a estreia do Santos contra o time japonês. Autor do segundo gol do jogo, ele comemorou porque os companheiros Neymar e Danilo também estufaram as redes – Sakai descontou para o Kashiwa Reysol. ‘Esperamos que o time continue assim na final, aproveitando as oportunidades de gol para, se Deus quiser, realizar o sonho de ser campeão.’

Assim como seus demais colegas de time, Borges espera que o adversário na decisão de domingo seja o Barcelona, que enfrentará o Al Sadd nesta quinta-feira. ‘É claro que eles são favoritos. O Barcelona tem a melhor equipe do mundo, com investimentos altíssimos. Mas teremos a oportunidade de mostrar o nosso valor, de provar que o Santos tem jogadores de qualidade’, vislumbrou.Borges não participou de todo o confronto com o Kashiwa Reysol. Foi substituído pelo meia Ibson no segundo tempo. ‘O Muricy falou que estava precisando fechar o meio-campo, pois já tínhamos feito três gols e era melhor jogar nos contra-ataques. Ele fez a substituição certa. Também senti câimbra na panturrilha por causa da ansiedade’, revelou o já calmo atacante.