Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Borges assume responsabilidade por gol perdido. Neymar defende.

Por Da Redação - 1 jul 2012, 18h43

O atacante Borges teve a chance de dar a vitória ao Santos sobre a Portuguesa, na tarde deste domingo, no Canindé. Na melhor oportunidade do jogo, o centroavante do Peixe isolou uma bola recebida dos pés de Neymar, aos 46 minutos do segundo tempo. Chateado com o erro, Borges assumiu a responsabilidade pelo gol perdido e, consequentemente, pelo empate em 0 a 0 com a Lusa, em confronto válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

‘Infelizmente eu tentei tirar a bola do Dida e perdi o gol. Assumo a responsabilidade. Perdi uma chance que não costumo perder’, afirmou o camisa 9 santista, na saída do gramado do Canindé.

Borges prometeu que irá treinar forte para recuperar a sua melhor forma nas próximas partidas da equipe. ‘Perdi esse gol e, infelizmente, a gente não conseguiu a vitória. Vou tentar trabalhar para dar a volta por cima’, comentou.

Já o atacante Neymar, principal estrela alvinegra, evitou culpabilizar Borges pelo empate fora de casa. Para a Joia, o centroavante procurou fazer o seu melhor, mas o erro é algo que faz parte do futebol.

Publicidade

‘Não concordo (que Borges tenha sido responsável pelo empate). Foi um lance incrível mesmo. Só que não é porque ele perdeu aquele gol que a culpa é dele. Somos um grupo e a responsabilidade é de todos. A culpa é de todos nós’, destacou Neymar.

Publicidade