Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boca Juniors suspende o contrato do ídolo Riquelme

Meia não receberá mais salários, mas está liberado para jogar fora do país

O adeus definitivo de Juan Román Riquelme no Boca Juniors ficou mais próximo nesta segunda-feira, quando representates do jogador e do clube se reuniram e decidiram suspender o contrato do meia por tempo indeterminado. Durante esse período, Riquelme não receberá salários, mas estará liberado para jogar em uma equipe estrangeira sem a necessidade do pagamento de multa. O jogador se comprometeu em não reforçar nenhum time argentino.

Na reunião, os representantes também chegaram a um acordo sobre uma dívida de 3,4 milhões de reais que o Boca tinha com Riquelme. As duas partes, no entanto, não forneceram detalhes sobre a negociação.

Leia mais: Riquelme anuncia que não joga mais no Boca Juniors

Futuro – Logo após a derrota do clube argentino para o Corinthians na final da Libertadores, o meia de 34 anos havia anunciado que não jogaria mais pelo Boca. “Não tenho mais nada a dar ao clube”, afirmou o camisa 10 na época. Outro motivo para o adeus de Riquelme seria sua relação distante com o técnico Júlio César Falcione.

Após o final do torneio continental, clubes brasileiros, como o Flamengo e o Cruzeiro, sondaram o jogador, mas os altos valores impediram que qualquer negociação pudesse avançar. Agora, o destino mais provável para o meia é o rico futebol árabe.

Um dos maiores ídolos da história do Boca, Riquelme venceu cinco campeonatos nacionais, três Libertadores e um Mundial no tradicional clube argentino. O meia também jogou no Barcelona e no Villarreal, ambos da Espanha.

(Com agência Gazeta Press)