Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Boatos sobre corte de Maicon irritam jogadores da seleção

Revoltado com versão que se espalhou pelas redes sociais, Elias fala em ação judicial. Mas os atletas também não gostaram da postura da CBF no episódio

“Muito gente falou besteira e essas pessoas vão ter de pagar. A gente está entrando com ação judicial, sim. Eu, meu pai e meus advogados vamos agir”, disse Elias

Exatamente dois meses depois da pior derrota de sua história, a seleção brasileira teve um dia conturbado nesta segunda-feira, véspera do amistoso contra o Equador, em Nova Jersey. Antes e depois do treinamento para o duelo de terça, no MetLife Stadium, não foi a lembrança da goleada da Alemanha sobre o Brasil, na semifinal da Copa do Mundo, que perturbou os jogadores, mas sim a ausência do lateral Maicon, cortado no domingo, e os boatos surgidos desde sua exclusão do grupo. O jogador foi dispensado pela comissão técnica por causa de um episódio de indisciplina. Ao não revelar publicamente o que aconteceu, o coordenador Gilmar Rinaldi acabou abrindo as portas para uma grande confusão. Histórias mirabolantes e escandalosas acabaram se espalhando pelas redes sociais, deixando muitos integrantes da equipe irritados – em especial, é claro, os citados nos rumores.

Leia também:

Maicon só voltou para o hotel às 7 horas, diz jornal italiano

Maicon é desligado da seleção por ‘problemas internos’

Neymar apanha, se vinga com golaço e dá vitória ao Brasil

O volante Elias, por exemplo, prometeu acionar a Justiça depois de ver seu nome envolvido num boato que tratava de uma relação homossexual entre ele o Maicon. “Sobre o fato que envolveu meu nome, é muito ruim. É ruim as pessoas acreditarem nessa bobagem”, disse o jogador. “Não sou contra quem é homossexual, que fique bem claro. Mas eu não sou. As pessoas que me conhecem no dia-a-dia sabem como eu sou. Muito gente falou besteira e essas pessoas vão ter de pagar. A gente está entrando com ação judicial, sim. Eu, meu pai e meus advogados vamos agir”, prometeu o jogador do Corinthians. Elias, que entrou no segundo tempo do jogo contra a Colômbia e teve atuação discreta, contou que ficou surpreso com os boatos. “Como eu reagi? Eu fiquei surpreso. Dei risada. Minha mulher também não deu muita bola. Mas a coisa tomou proporção e aí temos de agir.”

Elias também criticou o criador do boato, cuja origem ainda é desconhecida. “Se tivessem pensado na minha família e meus filhos, não teriam feito isso.” Apesar da irritação com o caso, o jogador preferiu não criticar a comissão técnica da seleção, que ainda não se pronunciou oficialmente sobre o corte de Maicon, deixando o caminho aberto para as mais absurdas especulações. “Não sou eu que tenho de falar”, afirmou. Há informações, porém, de que integrantes da equipe não gostaram do fato de Gilmar não ter explicado o que ocorreu para resolver o caso logo no domingo. Nesta segunda, o jornal italiano Gazzetta dello Sport publicou reportagem que dizia que Maicon chegou onze horas atrasado em sua reapresentação, marcada para as 20 horas de sábado. Integrantes da CBF acabaram confirmando que o motivo do corte foi, de fato, o atraso na reapresentação do atleta no hotel.

‘Compromissos’ – Apesar de ser o novo capitão da seleção, Neymar disse nesta segunda que não foi consultado sobre o que deveria acontecer com Maicon depois do episódio de indisciplina. “Foi uma decisão da comissão técnica. Eu só falei com ele no quarto e a gente se despediu”, disse o craque. Em seguida, ele foi questionado sobre se Dunga usou Maicon para mostrar que não vai tolerar o desrespeito às ordens. “A gente sabe o que a gente quer. Sabemos dos nossos compromissos”, respondeu o camisa 10. Neymar volta aos Estados Unidos quatro anos depois de fazer sua estreia pela equipe, em amistoso disputado no próprio estádio MetLife. Na ocasião, ele marcou um gol de cabeça na vitória por 2 a 0. Dunga deverá escalar o lateral Danilo, do Porto, no lugar de Maicon, que foi titular na sexta, contra a Colômbia. Na zaga, David Luiz, machucado, deverá ser substituído por Marquinhos.

(Com Estadão Conteúdo)