Clique e assine a partir de 8,90/mês

Boa Esporte tropeça no ABC-RN e fica mais longe do G-4

Por Da Redação - 18 out 2011, 21h37

O Boa desperdiçou uma ótima de chance de se aproximar dos clubes do G-4, ao perder para o ABC-RN por 2 a 0, nesta terça-feira, no estádio Frasqueirão. Com o resultado, o time mineiro perdeu a quinta colocação para o Sport, que venceu o Salgueiro. Já os potiguares conquistaram a reabilitação, após serem surpreendidos pelo lanterna Duque de Caxias, na rodada passada. Os gols do jogo foram anotados pelo atacante Lins.

Pela segunda rodada seguida, Nedo Xavier não contou com Jheimy, artilheiro da equipe mineira, que lesionado fez muita falta para equipe de Varginha. Dessa forma, o treinador adiantou o meia Moisés, que atuou no ataque ao lado de Ramon. No ABC-RN, Leandro Campos apostou em Lins no comando de ataque, e o jogador não decepcionou deixando sua marca nas redes inimigas.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Boa terá dois jogos em casa, o primeiro deles será já na próxima sexta-feira, contra o Bragantino, no estádio Dilzon Melo. Em seguida, o time mineiro vai enfrentar o Vitória também com a presença da torcida. Já o ABC-RN vai visitar o São Caetano, sábado, no Anacleto Campanella.O jogo – ABC-RN e Boa iniciaram a partida com muita marcação no meio-campo. A primeira chance de gol surgiu aos seis minutos, com Pio, que cruzou para a área e Leandrão desviou de cabeça assustando o arqueiro boveta. Apesar da oportunidade dos potiguares, o panorama do início da partida mostrou equilíbrio das ações, com um pouco mais de volume de jogo da equipe mineira.

Aos 12, Carlos Magno arriscou arremate de longa distância, mas o tiro saiu fraco, facilitando a defesa do goleiro Camilo. Contando com o apoio da torcida, o time abecedistas se lançou a frente em busca do gol, e a estratégia deu certo. Aos 16, depois de excelente cruzamento de Renatinho Potiguar, Lins mergulhou de cabeça para abrir o placar no Frasqueirão.

Precisando vencer para chegar ao G4, o Boa foi obrigado a deixar a marcação em segundo plano, dando espaços para os donos da casa e deixando a partida aberta, com possibilidades de gol para os dois lados. Aos 23, Renatinho Potiguar chegou à linha de fundo e rolou para Lins dentro da área, mas o goleiro do time mineiro interceptou bem o cruzamento.

Com dificuldades para penetrar na defesa do ABC-RN, o Boa passou a tentar os tiros de média e longa distância. Aos 37, Renato Xavier acertou um petardo no ângulo esquerdo de Camilo, que teve se esticar todo para evitar o empate do time boveta. Apesar das investidas, a equipe de Nedo Xavier foi para o vestiário sem conseguir o igualar o marcador.

Na volta para o segundo tempo, o Boa adotou uma postura mais agressiva, mas encontrou problemas na hora de concluir as jogadas, dando clara demonstração da falta do avante Jheimy, artilheiro da equipe no Brasileiro, que lesionado ficou fora da partida.

Jogando nos contra-ataques, o ABC-RN quase chegou ao segundo gol aos oito minutos, em chute cruzado de Pio, que parou nas mãos de Luiz Henrique. Insatisfeito com o rendimento ofensivo da equipe, Nedo Xavier trocou Moisés por Maranhão, mas quem chegou com perigo foi novamente os potiguares. Aos 16, Jerson cruzou para Lins, que livre dentro da área, cabeceou fraco, desperdiçando chance de ampliar para os abecedistas.

A partir dos 25, o time de Varginha passou a exercer uma pressão mais aguda em cima dos donos da casa, obrigando a equipe de Leandro Campos a recuar as linhas de marcação e tentar contra-ataques em lances esporádicos. Para aumentar ainda mais poder de fogo do Boa, Waldison substituiu o armador Carlos Magno, mas o jogador pouco produziu e quem apareceu novamente foi Lins, que aos 39, acabou com a pretensões dos mineiros ao anotar o segundo do jogo.

Continua após a publicidade
Publicidade