Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Blatter diz que Brasil queria sediar Copa em 17 estádios

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, revelou que o Brasil chegou a propor a construção de 17 estádios para sediar a Copa do Mundo de 2014, duas vezes mais que a exigência da entidade. Em uma entrevista ao jornal suíço Le Temps publicada neste sábado, Blatter alerta que foi o governo brasileiro quem decidiu levar a Copa para lugares como Manaus, e não a Fifa.

Em 2007, a Fifa indicou para a CBF que queria entre oito e dez estádios para sediar a Copa. Mas o governo e a CBF acabaram convencendo a Fifa a realizar o Mundial em doze estádios, o que tornou o Brasil a Copa mais cara da história. Ao distribuir a Copa em doze sedes, o Brasil ainda criou problemas logísticos para seleções e torcedores. Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, chegou a alertar que os torcedores seriam os que mais sofreriam com a Copa.

Blatter, porém, agora revela que o plano era ainda mais ambicioso. “No início, queriam construir 17 estádios”, disse. Segundo ele, a Fifa conseguiu convencer o País a reduzir esse número para 12.

Sobre levar a Copa para Manaus e construir um estádio que será pouco utilizado depois, Blatter faz questão de jogar a responsabilidade para as autoridades brasileiras. “Essa não foi uma decisão da Fifa de jogar em Manaus, mas do governo brasileiro”, insistiu.

Faltando menos de 20 dias para a Copa, Blatter também revelou seu estado de espírito. “Eu não estou estressado, mas um pouco nervoso, como um ator antes de subir no palco”, declarou. Blatter garante que não está preocupado com os atrasos no Brasil. “Será minha 10ª Copa do Mundo e sempre existem preocupações três semanas antes da competição”, disse. Na Itália, em 1990, ele lembra que os organizadores estavam colocando os assentos nos estádios um dia antes do início da competição. “No Brasil, tudo ficará pronto. Os estádios já foram utilizados. Fizemos ensaios”. disse.

(Com Estadão Conteúdo)