Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Blatter descarta Copa no Catar no começo de 2022

Presidente da Fifa defende mudança para meses de novembro ou dezembro

Por Da Redação 8 nov 2013, 14h52

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, descartou nesta sexta-feira a possibilidade da Copa do Mundo de 2022, no Catar, ser realizada no começo do ano para evitar o calor excessivo do verão do Oriente Médio – com temperaturas que chegam aos 50 graus Celsius. Blatter afirmou que os dirigentes da Fifa, a Uefa e os clubes estão apenas iniciando as consultas sobre a mudança de data. “Quando digo inverno, quero dizer que só pode ser em novembro ou dezembro. Não pode ser de jeito nenhum em janeiro ou fevereiro.”

Leia também:

No Irã, Blatter pede o fim do veto às mulheres nos estádios

Fifa manterá Catar-2022 – o pior erro da história das Copas

Sede da Fifa é alvo de protestos contra a Copa do Catar

Copa no Catar: europeus apoiam mudança para o inverno

Blatter se opõe aos primeiros meses de 2022 porque o Mundial iria coincidir com a Olimpíada de Inverno de 2022. Assim, sua sugestão foi a mudança para novembro. O dirigente viajará ao Catar para discutir o assunto e questões trabalhistas nas obras para o Mundial – que vem sofrendo muitos protestos. Os organizadores da Copa defendem a proposta de instalar sistemas de ar-condicionado nos estádios para amenizar o calor, promessa feita durante a candidatura do país.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade