Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bia Maia faz história e vai à final de duplas no juvenil

A paulista Beatriz Haddad Maia entrou para a história do tênis nacional nesta sexta-feira, ao se classificar para a final de duplas da chave feminina juvenil de Roland Garros. Ela é a segunda mulher do País a avançar a uma decisão de Grand Slam, seguindo Maria Esther Bueno, tricampeã profissional de Wimbledon e quatro vezes vencedora do Aberto dos Estados Unidos em simples.

A parceria de Bia, que recentemente completou 16 anos de idade, e a paraguaia Montserrat González garantiu a vaga na final ao derrotar Eugenie Bouchard e Taylor Townsend, cabeças de chave 1 do torneio francês, com parciais de 6/2 e 7/6 (7-3), em 1h16min de partida.

Na decisão, a dupla sul-americana tem pela frente as russas Daria Gravilova e Irina Khromacheva, que chegaram a Paris como segunda parceria favorita ao título.

No masculino, o tênis juvenil nacional já tem histórico de bons resultados. Tiago Fernandes conquistou o Aberto da Austrália e Gustavo Kuerten venceu a chave de duplas de Roland Garros ao lado do equatoriano Nicolas Lapentti.

Thomaz Koch , Edison Mandriano e Luís Felipe Tavares também já chegaram à decisão de simples do Aberto da França no juvenil, mas foram derrotados. Ivo Ribeiro e Ronald Barnes fizeram o mesmo em Wimbledon. Nas duplas, Guilherme Clezar, em Roland Garros, e Ricardo Schlachter, em Londres, também foram vice.