Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bernardinho lamenta desfalques no início da Liga Mundial

Por AE

São Paulo – A seleção brasileira masculina de vôlei embarca nesta segunda-feira para a sua estreia na Liga Mundial sem os contundidos Giba e Murilo, como anunciado anteriormente, e também sem Leandro Vissotto, que se apresentou em Saquarema (RJ) após a maioria dos jogadores, por estar atuando na Itália. Diante disso, o técnico Bernardinho lamentou os problemas para os duelos com Polônia, Canadá e Finlândia, nos dias 18, 19 e 20 de maio, respectivamente, em Toronto.

“São três desfalques sérios. Leandro Vissotto, Giba e Murilo ainda se recuperam e são três componentes importantes do grupo. Thiago Alves chegou depois de todo o grupo. O tempo de preparação não foi suficiente, mas constante. Trabalhamos com qualidade e temos um caminho a ser percorrido. A fase final da Liga Mundial é o nosso objetivo neste momento”, afirmou.

Sem os três jogadores, Bernardinho relacionou os levantadores Bruno e Ricardinho, os opostos Wallace e Theo, os centrais Sidão, Lucão, Rodrigão e Éder, os ponteiros Dante, Thiago Alves, João Paulo Bravo, Lucarelli e Mauricio e o líbero Serginho para a primeira semana de jogos na Liga Mundial.

Para Bernardinho, a Liga Mundial servirá como importante preparação para a Olimpíada de Londres. “Essa é a única preparação que temos antes dos Jogos Olímpicos. Temos três adversários que certamente irão nos testar muito e serão boas oportunidades para avaliarmos a equipe”, comentou Bernardinho.

Antes da estreia na Liga Mundial, o líbero Serginho também reconheceu que o principal objetivo do ano é mesmo o título olímpico. “Estamos na quarta semana de treinos e desde a primeira estamos buscando a excelência, já pensando nas Olimpíada. A Liga Mundial é uma ótima preparação para chegar em Londres sobrando. Sabemos que temos que aprimorar cada vez mais e é preciso trabalhar para isso”, disse.