Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bernardinho elogia preparação para Sul-Americano

Por AE

Saquarema – Depois do vice-campeonato da Liga Mundial, com a derrota para a Rússia no dia 10 de julho, na Polônia, a seleção brasileira masculina de vôlei ganhou uma folga. Mas retomou o trabalho na última segunda-feira, em Saquarema (RJ), quando começou a preparação para a disputa do Campeonato Sul-Americano, que acontecerá entre os dias 19 e 25 de setembro, no Brasil – a cidade ainda está indefinida.

Neste recomeço de trabalho, Bernardinho já elogiou a preparação brasileira. “Essa primeira semana foi muito boa. Conseguimos fazer um trabalho físico forte com os jogadores e foi muito bom como um reinício”, disse o treinador. “No Sul-Americano, enfrentaremos equipes fortes, principalmente a Argentina, que cresceu muito na última década e é um adversário difícil.”

No Sul-Americano, o Brasil buscará a classificação para a Copa do Mundo, que acontecerá de 20 de novembro a 4 de dezembro, no Japão, e dará três vagas para a Olimpíada de Londres, em 2012. Por isso, Bernardinho ressalta a importância de fazer uma boa preparação agora, o que será fundamental para garantir a vaga olímpica para o vôlei masculino brasileiro.

Durante a preparação, o Brasil fará dois amistosos, contra Japão e Alemanha, respectivamente nos dias 27 e 28 de agosto, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio. E Bernardinho já avisou que vai aproveitar os jogos para testar todo o grupo convocado, que conta atualmente com 15 jogadores. “São testes válidos para que todos possam jogar. Nos amistosos, daremos essa oportunidade e, assim, poderemos chegar com bom ritmo ao Sul-Americano”, avisou o técnico.

“Quando não tem jogo, o Bernardo procura dar muita ênfase no volume e na parte física. Fazemos tudo com muita repetição. Esse ritmo segue assim até os amistosos, que serão muito importantes para chegarmos bem no Sul-Americano”, avaliou o ponteiro Murilo, um dos titulares da seleção. “Enfrentar o Japão e a Alemanha vai ser muito importante para o Bernardo testar opções, já que, neste ano, só tivemos a Liga Mundial e durante o campeonato não há tempo para isso.”