Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bernardinho confirma cortes e Seleção para as Olimpíadas de Londres

O técnico Bernardinho anunciou nesta quarta-feira a lista de jogadores que defenderão a Seleção Brasileira masculina de vôlei nos Jogos Olímpicos de Londres-2012. Assim como havia sido antecipado nos dias anteriores, o líbero Mário Junior, o oposto Théo e o ponta Lucarelli foram cortados do grupo, que agora conta com 12 jogadores.

Nos últimos dias, a lista de atletas brasileiros inscritos nas Olimpíadas, divulgada pelo próprio Comitê Organizador dos Jogos (Locog), e também o anúncio dos jogadores do vôlei feito pela Federação Internacional da modalidade (FIVB) anteciparam quais seriam os dispensados.

‘Trabalhamos forte e bem. Só o fato de termos a continuidade com a base de partida das Olimpíadas foi muito importante. Começamos a apresentar uma cara mais de time efetivamente, com uma consistência maior e isso vai ser medido e testado na estreia em Londres’, disse Bernardinho.

Dessa forma, o Brasil viaja aos Jogos Olímpicos com os levantadores Bruno e Ricardinho; os opostos Leandro Vissotto e Wallace, os centrais Rodrigão, Lucão e Sidão; os ponteiros Giba, Murilo, Dante e Thiago Alves e o líbero Serginho.Medalha de prata em Pequim-2008 e ouro em Atenas-2004, o Brasil foi eliminado precocemente na Liga Mundial, última competição antes dos Jogos Olímpicos, e ficou fora das semifinais do torneio pela primeira vez desde 1998. Mesmo assim, o ponta Dante, um dos mais experientes do time, acredita que a Seleção chega com força para brigar pelo título em Londres.

O Brasil está no Grupo B das Olimpíadas e estreia na competição no dia 29 de julho contra a Tunísia, adversário considerado o mais fraco da chave. Alemanha, Rússia, Sérvia e Estados Unidos são os outros times que a Seleção enfrenta na primeira fase.

‘Todos sabem que fizemos uma Liga Mundial um pouco irregular, mas trabalhamos muito forte nessas duas últimas semanas, em um nível altíssimo. Estamos mergulhados nisso, pensando somente nessas Olimpíadas, com o objetivo de fechar um ciclo muito bem’, disse o jogador.

E uma das armas para a recuperação do time é a presença de Giba, recuperado de cirurgia na canela. O jogador, que vai para os Jogos Olímpicos pela quarta vez, acredita que até a estreia em Londres-2012 estará completamente pronto para levar o Brasil ao pódio novamente.

‘A ansiedade é igual. Até porque, para mim, cada campeonato é como se fosse o primeiro. Fico bem emocionado porque disputar os Jogos Olímpicos sempre foi o meu sonho e eu estou indo para a quarta edição. O sacrifício foi feito desde dezembro, quando foi constatada a fratura por estresse, e, com certeza, valeu a pena toda a dor, tudo que passei para estar nesse momento de novo e ter a chance de ser campeão olímpico mais uma vez’, afirmou o capitão.