Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bernardinho admite situação difícil e desconfortável na Liga Mundial

Seleção brasileira terá que vencer Itália, fora de casa, para manter chances

A seleção brasileira masculina de vôlei manteve as chances de avançar à fase final da Liga Mundial, graças a resultados ruins de seus concorrentes diretos. No domingo, a Polônia perdeu por 3 sets a 0 do Irã, em Teerã, deixando o Brasil vivo na competição. O técnico Bernardinho, no entanto, admite que o time permanece em situação delicada, pois precisa vencer seus dois próximos jogos contra a Itália, fora de casa – e vencendo todos os sets -, para avançar sem depender de nenhum resultado. “A fase continua difícil”, afirmou o treinador.

Leia também:

Irã proíbe mulheres na plateia de jogo da Liga Mundial de Vôlei

Liga Mundial: Brasil perde de novo e é último do grupo

Liga Mundial: Brasil é derrotado novamente pelo Irã

Na sua avaliação, a seleção vem mostrando evolução, mas foi prejudicada pelas derrotas das primeiras rodadas. “O trabalho não rendeu no início, o time esteve abaixo de uma forma geral, com pequenos lampejos de boas atuações, mas não conseguiu ser consistente.” As primeiras derrotas do Brasil na competição foram justamente contra a Itália, ambas por 3 sets a 1, em Jaraguá do Sul, em maio.

“Agora, o time está trabalhando melhor, tem treinado muito bem, mas ainda precisa melhorar para o que acreditamos que seja necessário para brigar por um título de Liga Mundial. Dependemos de nós apenas, mas é uma situação difícil, desconfortável, e que, sabemos, faz parte do processo”, afirma Bernardinho. Até o momento, o Brasil tem quatro vitórias e seis derrotas no Grupo A e está empatado com a Polônia, com onze pontos. Irã e Itália lideram, com dezenove.

(Com Estadão Conteúdo)