Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Berlusconi exalta qualidade de Pato para justificar negativa ao PSG

Por Da Redação 15 jan 2012, 09h19

Nesta semana, o atacante Alexandre Pato esteve próximo de acertar sua transferência para o Paris Saint-Germain. Porém, quando a negociação parecia perto de seu fim, uma reviravolta definiu que o brasileiro seguiria em seu atual time, o Milan. Segundo Silvio Berlusconi, presidente rossonero, a decisão de manter seu camisa 7 foi tomada pelo talento que o mandatário vê no jogador.

‘Decidi manter o Pato, porque eu acho que ele é um jogador muito talentoso. Toda a operação não me convenceu, tanto pela parte técnica, quanto pela parte econômica’, justificou o dirigente.

De acordo com a imprensa europeia, o PSG ofereceu 35 milhões de euros (R$ 80 milhões) para contar com Pato em seu elenco. Com a possível saída do brasileiro do Milan, os dirigentes do clube italiano estavam próximos de um acerto com Carlos Tevez, encostado no Manchester City desde setembro do ano passado.

Após conversas com Kia Joorabchian, agente do argentino, no Rio de Janeiro, Adriano Galliani, vice-presidente do clube, estava na Inglaterra para finalizar a contratação, quando foi definido o fim da negociação entre Pato e o time parisiense. Consequentemente, a chegada do ex-corintiano foi inviabilizada.

Continua após a publicidade
Publicidade