Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Benfica ignora Santos e cobra retorno de Alan Kardec

Por Da Redação - 19 jun 2012, 20h10

Por Sanches Filho

Santos – Se vencer o Corinthians e passar à final da Copa Libertadores, o Santos deverá ter um desfalque importante para a busca do bicampeonato. Isso porque o Benfica exige a reapresentação de Alan Kardec, atacante que emprestou ao time paulista, em 2 de julho, dois dias antes da segunda partida da final da competição.

Alan Kardec, pai e homônimo do jogador, recebeu uma carta do Benfica pedindo a reapresentação no dia 2 de julho. E essa é a única comunicação que o clube lisboeta fez com relação à situação do atacante. Há algum tempo, o Santos mandou ofício solicitando que o empréstimo fosse prorrogado até 4 de julho, para que Alan Kardec jogasse a final da Libertadores. O Benfica nem respondeu.

Para que Alan Kardec não venha a participar apenas da primeira partida da decisão, dia 27 de junho, o Santos chegou a programar a ida de dois dirigentes a Lisboa, visando uma negociação. Ambos nem viajaram, porque o clube paulista foi avisado que os cartolas brasileiros não seriam recebidos.

Publicidade

A bronca do Benfica é porque o Santos estava negociando o lateral Danilo com o clube de Lisboa, que até topou emprestar Alan Kardec gratuitamente. Depois, porém, o Santos vendeu o lateral da seleção olímpica para ao rival Porto.

Alan Kardec virou titular do Santos durante a temporada, tirando a titularidade de Borges, e já é o vice-artilheiro do time no ano, com 11 gols – atrás apenas do Neymar, que tem 27. Muricy já pediu a sua contratação, mas o Benfica pede 6 milhões de euros para vender o jogador. Não aceita novo empréstimo.

Oficialmente, a diretoria do Santos espera passar jogo com Corinthians para entrar em contato com Benfica sobre a prorrogação do empréstimo.

Publicidade