Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Bellucci elimina ex-número 1 em Miami e quebra sequência de derrotas

Brasileiro estava a oito jogos sem vencer, mas passou por Lleyton Hewitt, o australiano que disputou o topo da ATP com Guga, no início dos anos 2000

Por Da Redação 27 mar 2015, 09h43

O brasileiro Thomaz Bellucci voltou a vencer no circuito profissional de tênis depois de oito derrotas consecutivas. No início da madrugada desta sexta-feira, ele superou o australiano Lleyton Hewitt, ex-líder do ranking da ATP, por 2 sets a 1, parciais de 7/5, 6/7 (2-7) e 6/4, para avançar à segunda rodada do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, na qual enfrentará o uruguaio Pablo Cuevas, 19º cabeça de chave.

Leia também:

Djokovic derrota Federer e conquista o título do Masters 1000 de Indian Wells

Brasileiro e argentino fazem o 2º jogo mais longo da história do tênis

Copa Davis: Bellucci perde e Brasil é eliminado pela Argentina

O brasileiro encarou um adversário renomado, mas já longe de sua melhor fase. Hewitt liderou o ranking mundial e conquistou 30 títulos na carreira, dois deles de Grand Slam, mas sofreu com lesões nos últimos anos. Na 107 ª colocação do ranking, o australiano de 34 anos faz sua temporada de despedida do circuito profissional. No início da década passada, ainda em início de carreira, Hewitt era um dos grandes rivais de Gustavo Kuerten no circuito – foi ele quem tirou o primeiro lugar do ranking da ATP do brasileiro, em 2001.

Bellucci não vencia um jogo desde a primeira semana de fevereiro, quando derrotou o espanhol Albert Montañes nas quartas de final do ATP 250 de Quito. Depois, caiu na semifinal para o dominicano Victor Estrella Burgos e foi eliminado nas estreias do Aberto do Brasil, Aberto do Rio de Janeiro e do ATP 250 de Buenos Aires.

Ainda na capital argentina, perdeu os dois duelos que fez no confronto da Copa Davis entre o Brasil e Argentina. Em seguida, caiu na estreia do Masters 1000 de Indian Wells e do Challenger de Irving. A sequência de resultados negativos tirou do paulista o posto de melhor tenista do Brasil, agora nas mãos de João Souza, o Feijão, 70º colocado do ranking mundial. Bellucci é o 81.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade