Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bellucci diz que cometeu erros em ‘momentos cruciais’

Por Da Redação - 19 jan 2012, 13h46

Por AE

Melbourne – Depois de vencer Gael Monfils por 6/2 no primeiro set, Thomaz Bellucci foi superado com certa facilidade pelo francês nas parciais seguintes, por 6/0, 6/4 e 6/2, e deu adeus ao Aberto da Austrália nesta quinta-feira. Inconformado com a queda de rendimento que teve no duelo válido pela segunda rodada do Grand Slam, o tenista número 1 do Brasil admitiu que falhou em “momentos cruciais”, que acabaram de vez com as suas chances de sonhar em seguir vivo na competição.

“Acho que foi um bom jogo. Se eu tivesse conseguido manter a mesma regularidade do primeiro set, com certeza, poderia ter tido chance, mas acabei errando em momentos cruciais da partida”, lamentou Bellucci, antes de reconhecer que precisa evoluir mais para buscar resultados de maior expressão no circuito profissional.

“Cometi erros simples, que ampliaram a vantagem do Monfils na partida. Me senti bem durante o jogo, mas devo seguir trabalhando para melhorar o meu nível”, admitiu. “O Monfils cobre muito bem a quadra e arrisca o tempo todo”, completou o tenista.

Continua após a publicidade

Por causa da eficiência de Monfils no fundo de quadra, o brasileiro passou a usar, sem grande sucesso, o recurso de subir à rede para definir os pontos. E ele admite que fracassou em sua estratégia. “Eu acho que poderia ter ganhado um pouco mais de pontos na rede, ou errado um pouco menos, isso teria ajudado um pouco no resultado”,disse, em entrevista para o site da ESPN Brasil.

O técnico Daniel Orsanic, porém, ficou satisfeito com o desempenho do seu novo pupilo, comandado pelo argentino desde o final de novembro, após o final da parceria de Bellucci com Larri Passos. “O desempenho do Thomaz nos dois primeiros torneios da temporada foram satisfatórios e nos indica os pontos que temos que seguir trabalhando para os próximos torneios”, opinou o treinador, que agora irá preparar o tenista para o ATP de Viña del Mar, marcado para começar no próximo dia 30.

MELLO SE CONFORMA – Se Bellucci mostrou decepção com os seus próprios erros, Ricardo Mello exibiu certo conformismo com a derrota para o francês Jo-Wilfried Tsonga, também nesta quinta, pela segunda rodada do Aberto da Austrália. O fato de ter jogado de igual para igual com o tenista número 6 do mundo, que ganhou por 3 sets a 0 com apertadas parciais de 7/5, 6/4 e 6/4, fez o tenista brasileiro apontar o lado positivo de sua participação nesta edição do Grand Slam.

“Foi um bom jogo, apesar de não ter aproveitado algumas oportunidades que poderiam ter feito a diferença no placar. Tirando o saque, que foi ruim, o resto da partida foi boa. É sempre bom ter a oportunidade de jogar contra os melhores do ranking”, enfatizou o atual 108.º colocado da ATP.

Publicidade