Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Batedor de pênalti, Alex passaria eventual oportunidade a Adriano

Por Da Redação - 6 out 2011, 21h01

O atacante Adriano poderá ser o batedor de pênalti do Corinthians nos minutos em que estiver em campo, no domingo, diante do Atlético-GO. Mesmo que sua estreia ainda não esteja oficialmente confirmada, o meia Alex, cobrador oficial de penalidades da equipe alvinegra, disse não ver problema em passar a ele uma eventual chance da marca da cal.

‘Para atacante, para quem joga na frente, gol tira peso. O pênalti pode parecer simples, mas é uma grande responsabilidade. Quando se converte pênalti, é um alívio. O quanto antes ele puder fazer o primeiro gol é melhor. Esse não vai ser o foco do jogo, mas, se acontecer, a gente vai definir no momento’, comentou o jogador, ao ouvir comparação do pênalti desperdiçado pelo são-paulino Luis Fabiano no empate com o Cruzeiro. ‘Ele bateu porque foi assim a vida toda’.

Alex é o atual responsável pelos pênaltis porque Chicão, antigo primeiro cobrador, foi relegado a condição de quarto zagueiro do grupo e não tem sido nem levado ao banco de reservas. Sem estrear, no entanto, Adriano já vem dando indício de que poderá assumir a função em futuro próximo. Na última terça-feira, ele converteu pênalti durante treino coletivo entre os reservas.

‘Teve pênalti e ninguém chegou ali perto’, brincou o técnico Tite, no dia, para mostrar que o centroavante impõe respeito. Na ocasião, o zagueiro Chicão fazia parte do time de Adriano.

Publicidade

Nesta sexta-feira, a comissão técnica passará aos atletas uma pré-lista de relacionados para a partida contra o Atlético-GO. A relação não é divulgada à imprensa, contudo a estreia de Adriano poderá ser confirmada mesmo assim. A ideia é que ele dispute os minutos finais do confronto.

Publicidade