Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Basel surpreende, vence e elimina o Manchester United na ‘Champions’

O futebol frio e a falta de iniciativa do Manchester United custaram a eliminação do atual vice-campeão da Liga dos Campeões da Europa. No estádio St. Jakob Park, na Basileia, o Basel venceu por 2 a 1, gols marcados por Streller e Alexander Frei, e se classificou para as oitavas de final na segunda posição do Grupo C.

Enquanto o Benfica vencia o saco de pancadas Otelul Galati-ROM por 1 a 0, no estádio da Luz, e garantia a liderança da chave, o tradicional clube inglês acabava derrotado e, como prêmio de consolação, levando uma vaga na próxima fase da Liga Europa.

O Jogo – O primeiro tempo do duelo na Basileia foi equilibrado, mas saiu vencendo quem foi mais efetivo. No caso, os donos da casa. Enquanto o Manchester trocava passes de lado sob a marcação apertada do Basel, Nani, Rooney e Ashley Young eram os únicos a tomar iniciativa e tentar colocar os ingleses para frente.

No primeiro ataque do Basel na partida, aos nove minutos, a defesa do Manchester não conseguiu segurar. Para a festa da torcida suíça, Shaqiri aproveitou uma bola mal rebatida da defesa do Manchester e cruzou na área. De Gea espalmou para frente e o rebote ficou nos pés do capitão Streller, que mandou para o fundo das redes e abriu o placar.

Assustado, o Manchester tentava crescer na partida, já que ia ficando de fora das oitavas de final com a derrota na Basileia, mas demorou a organizar ofensivamente. As boas oportunidades surgiram apenas após os 30 minutos de jogo, quando o time inglês se soltou da marcação e assustou ao goleiro Sommer.

Logo aos 30, mesmo bem marcado, Rooney serviu Nani e correu para receber dentro da área. O português fintou a marcação e cruzou. Park Ji-Sung acabou falhando na frente de Sommer e o Manchester perdeu a chance de deixar tudo igual no confronto decisivo. Quatro minutos depois, o camisa 10 do Manchester recebeu uma ótima bola de Young de frente para o gol do Basel, mas não conseguiu virar e bateu fraco para simples defesa de Sommer.

A lesão e substituição de Vidic por Evans, aos 42 minutos, deixou em campo um defensor frio e nervoso. Nesse momento, o Basel tentou retomar a iniciativa. Já no primeiro dos três minutos de acréscimos concedidos, Shaqiri invadiu a área com fintas precisas para cima de Evans e tocou para Streller, que bateu na saída de De Gea, mas viu o goleiro espanhol ficar com a bola.

O segundo tempo era para ser de desespero do Manchester, mas o time não sentiu a importância da partida e continuou tentando tocar de lado. Só houve ímpeto ofensivo aos três minutos, quando Young lançou para Rooney, que saiu do meio da marcação do Basel, partiu em velocidade e bateu forte para o gol. Sommer ficou só olhando a bola sair pela linha de fundo.

O Basel devolveu duas vezes aos cinco e aos sete minutos. No primeiro lance, Shaqiri devolveu o chute do Milan com uma finta para cima de Ferdinand e uma batida por cima do gol de De Gea. A outra oportunidade foi mais elaborada, com uma falta de Jones sobre Xhaka. Na batida, Aleksandr Frei levou muito perigo para o goleiro De Gea, que espalmou por cima do gol do Manchester.

Em instantes, mais informações sobre a partida.