Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barrichello acompanha treino da F-1 e vira comentarista no Twitter

Depois de passar as últimas 19 temporadas na Fórmula 1, o brasileiro Rubens Barrichello, novo integrante da Indy, ainda estranha acompanhar a categoria pela televisão. O piloto da KV acompanhou o treino classificatório para o Grande Prêmio da Austrália, realizado na madrugada deste sábado, e virou comentarista no Twitter.

‘Nos testes, a McLaren quase nao apareceu. Time bom e forte. Andaram com gasolina o tempo todo’, escreveu o veterano piloto brasileiro em seu perfil no microblog depois de ver a dobradinha estabelecida pelos britânicos Lewis Hamilton e Jenson Button, seu ex-companheiro de equipe, no Circuito de Albert Park.

Barrichello vem acompanhando atentamente o final de semana do Grande Prêmio da Austrália e também usou o Twitter para comentar os resultados dos treinos livres de sexta-feira. Neste sábado, o brasileiro começou a observar as movimentações no Albert Park antes da tomada classificatória e fez algumas boas previsões.

‘A surpresa do ano será o Grosjean, na minha opiniao. Tem muito a aprender, mas ele é bem rapido’, escreveu o brasileiro no Twitter. De fato, o francês da Lotus foi a principal surpresa do treino classificatório em Melbourne, já que garantiu a terceira posição do grid, enquanto o finlandês Kimi Raikkonen, seu companheiro na Lotus, não passou da 18colocação.

Barrichello também sentiu a evolução da Mercedes, comandada por Ross Brown, seu antigo chefe. ‘O top 10 mostra quem realmente fez a lição de casa bem feita. Parece que a maior evolução vem da Mercedes’, escreveu. O alemão Michael Schumacher, desafeto do piloto brasileiro, assegurou a quarta posição em Melbourne.

Substituído pelo compatriota Bruno Senna na Williams, Rubens Barrichello ainda sonha com a possibilidade de retornar à Fómula 1, a exemplo do que fizeram Michael Schumacher e Kimi Raikkonen. ‘É estranho , mas estou aqui torcendo pelos brasileiros’, escreveu o veterano que, por outro lado, se diz empolgado com a Indy: ‘não posso esperar para começar’.