Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Barcelona contrata goleiro holandês que “não pega pênaltis”

Jasper Cillessen, ex-Ajax, assinou por cinco temporadas com clube catalão. Na Copa de 2014, goleiro se destacou negativamente em decisões por pênaltis

Por da redação Atualizado em 25 ago 2016, 12h00 - Publicado em 25 ago 2016, 11h41

O Barcelona encerrou especulações nesta quinta-feira e confirmou a contratação do goleiro Jasper Cillessen, da seleção holandesa. O jogador de 27 anos deixou o Ajax e assinou por cinco temporadas com o clube catalão. Vice-campeão mundial em 2014, Cillessen ganhou fama negativa no torneio no Brasil graças a duas decisões por pênaltis.

O novo reforço custou 13 milhões de euros (cerca de 47 milhões de reais), mais 2 milhões de euros (7 milhões de reais) de cláusulas variáveis. Cillessen chega para substituir o chileno Claudio Bravo, que se transferiu para o Manchester City.

Leia também:
Piqué provoca Real Madrid e rebate seguidores no Twitter
Barcelona tenta se livrar de Douglas – mais uma vez
Ronaldo volta ao Real Madrid como embaixador do clube

O holandês disputará posição com o alemão Marc Ter Stegen, que se revezava com Bravo na meta do Barcelona  – o rodízio entre os titulares teria sido um dos motivos da saída do chileno.

Os goleiros da Holanda, Tim Krul, e Jasper Cillessen, durante a prorrogação da partida contra a Costa Rica, em Salvador
Contrariado, Cillessen foi substituído por Tim Krul durante a prorrogação da partida contra a Costa Rica, em Salvador Michael Dalder/Reuters/VEJA

Penalidades – Cillessen se destacou na Copa de 2014 com boas atuações, mas foi surpreendido pelo técnico Louis Van Gaal ao ser substituído, na prorrogação, pelo reserva Tim Krul, nas quartas de final, diante da Costa Rica. Krul, considerado mais preparado para a tarefa pelo técnico, defendeu duas penalidades e foi o herói da classificação holandesa em Salvador.

Cillessen, por sua vez, não gostou de não ter sido avisado previamente sobre a possibilidade de mudança e criticou a comissão técnica publicamente. Nas semifinais, a Holanda decidiu sua vaga novamente nas penalidades e, na ocasião, Cillessen foi mantido. O goleiro de 1.88 m, porém, não conseguiu defender nenhuma das cobranças da Argentina e chegou a ser criticado no país por sua falta de envergadura. 

Continua após a publicidade
Publicidade