Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Balotelli se defende das críticas: ‘Sou mais um homem que um Peter Pan’

Gdansk (Polônia), 23 jun (EFE).- Criticado por sofrer uma síndrome de Peter Pan por seu comportamento infantil em alguns momentos, o atacante Mario Balotelli reconheceu neste sábado agir de uma maneira peculiar, mas se defendeu dizendo já ter amadurecido.

Balotelli é conhecido por suas extravagâncias fora de campo. Na concentração da seleção italiana durante a Eurocopa, na cidade polonesa de Gdansk, isso não passou despercebido, e todos os jogadores que passam por uma sala de imprensa ouvem perguntas sobre o atleta de 21 anos.

Alguns o definiram como uma criança grande, outros, como o zagueiro Leonardo Bonucci, disseram que é um bom sujeito que precisa amadurecer. Foi o defensor quem tapou a boca do atacante durante a comemoração de um gol contra a Irlanda, na última terça-feira.

Questionado sobre as palavras de seu representante, Mino Raiola, que o definiu como alguém semelhante ao personagem escocês James Matthew Barrie, Balotelli procurou se afastar da comparação.

‘Mino disse isso por simpatia. Eu poderia ser Peter Pan, faço as coisas à minha maneira, com liberdade, mas eu sou mais um homem que um Peter Pan’, respondeu.

O jogador também falou sobre o gol que marcou na vitória por 2 a 0 sobre os irlandeses e disse que balançar a rede foi importante para ganhar confiança.

‘Após dois jogos sem marcar, a imprensa dizia que eu tinha um bloqueio mental. Mas não tinha nada disso, simplesmente não conseguia colocar a bola na rede’, comentou.

Balotelli se prepara para enfrentar a Inglaterra neste domingo, em partida válida pelas quartas de final da Euro. Do outro lado, estarão três companheiros de equipe do italiano no Manchester City: o goleiro Joe Hart, o zagueiro Joleon Lescott e o meia James Milner.

‘Será um bom jogo, e será divertido jogar contra eles. Quero ganhar e quero que percam’, sintetizou. EFE