Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Balotelli chama Eurocopa de ‘chance da vida’ e diz que fica no City

Por Da Redação - 23 maio 2012, 17h27

Após uma temporada de êxitos dentro de campo e polêmicas fora dele, o atacante italiano Mario Balotelli quer usar a Eurocopa para se firmar de vez como um grande jogador. Pelo menos foi isso que o atleta do Manchester City afirmou em entrevista coletiva concedida nesta quarta, em Florença, na Itália.

‘Esta (Eurocopa) pode ser a chance da minha vida. Penso que minha temporada foi satisfatória. Sou jovem, e é esta a época quando alguém pode cometer erros’, disse, fazendo ainda questão de agradecer ao técnico da Azzurra, Cesare Prandelli, por tê-lo eleito a referência da equipe para a disputa do torneio continental.

‘Não me afeto com a responsabilidade que Cesare Prandelli colocou em mim. Como Roberto Mancini (técnico do City), ele botou sua fé em mim. Mal posso esperar para retribuir a ele por isso’, afirmou.

Também questionado sobre sua situação no Manchester City, já que seu nome especulado foi especulado pela imprensa europeia por diversas vezes em possíveis negociações, Balotelli garantiu que irá permanecer no atual campeão inglês.

Publicidade

‘Joguei no Manchester City e estou bem lá. Não há pegadinhas do meu agente. Vou ficar no City’, resumiu.

Ao longo da temporada, Balotelli se envolveu em discussões com Mancini, foi acusado de botar fogo na própria casa ao disparar fogos de artifício no banheiro e brigou com o companheiro de City Micah Richards, entre uma série de outras confusões.

O início da Eurocopa, que será disputada na Polônia e na Ucrânia, está marcado para o próximo dia 8. A Itália fará seu primeiro jogo no dia 10, contra a Espanha, atual campeã mundial.

Publicidade