Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Balanço final do ano aponta prejuízo de R$ 154 milhões no Liverpool

O time mais tradicional da cidade de Liverpool entrou definitivamente no vermelho. Assim como as cores do clube, o balanço do último ano financeiro da equipe apontou um prejuízo de 50 milhões de libras (cerca de R$ 154 milhões) aos cofres do time.

Grande parte das dívidas acumuladas pela equipe é referente a um novo projeto de estádio, que foi cancelado após problemas burocráticos envolvendo a diretoria e os idealizadores das obras. Entretanto, a volumosa quantia de dinheiro que foi gasta com contratações de pouco impacto na última janela de transferências também contribuiu para o déficit apresentado nesta quinta-feira.

O balanço negativo também coloca em xeque a atuação do grupo americano Fenway Sports Group, que adquiriu o clube em 2010. A empresa comandada por John W. Henry comprou a equipe em outubro daquele ano e chegou a quitar dívidas avaliadas em mais de 200 milhões de libras (R$ 622 milhões).

Mesmo assim, os seguidos fracassos administrativos e a série de desmandos na equipe contribuíram para que o prejuízo voltasse a figurar nas contas do Liverpool. Além das contratações e do novo estádio que não saiu do papel, a demissão de Roy Hodgson, atual comandante da seleção inglesa, custou uma pequena fortuna aos cofres dos ‘Reds’. Aliado a isso, a saída do diretor-executivo Christian Purslow também contribuiu para o acúmulo de mais contas a serem pagas nesta temporada.