Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Bahia ganha, rebaixa o Ceará e vai à Sul-Americana

Por Da Redação 4 dez 2011, 18h52

Por Eliana Lima

Salvador – O Bahia venceu o Ceará por 2 a 1, neste domingo, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, pela última rodada do Brasileirão. A vitória em casa classificou o time baiano para a Copa Sul-Americana de 2012. Enquanto isso, a equipe cearense não conseguiu escapar do rebaixamento para a Série B.

Com a vitória deste domingo, o Bahia chegou aos 46 pontos e terminou o Brasileirão na 14ª colocação. Já o Ceará ficou entre os quatro rebaixados, com apenas 39 pontos, em 18º lugar – e, mesmo que tivesse vencido o jogo em Salvador, não teria evitado a queda porque o Cruzeiro ganhou.

O rebaixamento provocou revolta nos torcedores do Ceará que foram ao Estádio de Pituaçu. Com a partida ainda em andamento, alguns deles protagonizaram cenas de violência e até invasão do gramado, contrastando com a torcida do Bahia, eufórica com a despedida vitoriosa no Brasileirão.

Mais tranquilo em campo, sem risco de rebaixamento, o Bahia abriu o placar aos 13 minutos de jogo, quando Camacho recebeu passe na intermediária e acertou um chute forte, sem defesa para o goleiro Diego. Lulinha ampliou a vantagem aos 43, depois de receber passe do mesmo Camacho: 2 a 0.

O Ceará reagiu imediatamente depois. Aos 45 minutos, Felipe Azevedo aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou rasteiro fazendo o gol. Na segunda etapa, o time cearense passou a pressionar mais, mas não teve forças para evitar a derrota em Salvador e o consequente rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:

Bahia 1 x 0 Ceará

Continua após a publicidade

Bahia – Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda (Dany Moraes), Titi e Ávine; Marcone, Fabinho, Camacho (Nikão) e Gabriel; Lulinha (Júnior) e Souza. Técnico: Joel Santana.

Ceará – Diego; Juca, Fabrício, Thiago Matias e Vicente; Michel, Heleno e Rudnei (Paulinho); Marcelo Nicácio (Washington), Felipe Azevedo e Osvaldo. Técnico: Dimas Filgueras.

Gols – Camacho, aos 13, Lulinha, aos 43, e Felipe Azevedo, aos 45 minutos do primeiro tempo.

Árbitro – Wilton Pereira Sampaio (DF).

Cartão amarelo – Marcelo Nicácio, Fabinho, Marcos, Ávine, Felipe Azevedo e Juca.

Renda – R$ 796.560,00.

Público – 32.157 pessoas.

Local – Estádio de Pituaçu, em Salvador.

Continua após a publicidade
Publicidade