Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Ba-Vi: Jogadores são punidos e técnico Mancini é absolvido

A confusão no clássico baiano foi julgada na última terça-feira e gerou punições rigorosas aos atletas do Vitória

Por Gazeta Press 28 fev 2018, 14h33

O clássico entre Bahia e Vitória do último dia 18, válido pela sexta rodada do Campeonato Baiano, terminou em pancadaria e suspensões. Em uma sessão que durou aproximadamente quatro horas na noite da última terça-feira, o Vitória foi multado em 100.000 reais; o zagueiro Kanu foi suspenso por dez partidas do Baiano; Edson, Becão, Rhayner, Yago e Denilson pegaram gancho de oito partidas por acusação de agressão, e Vinícius, o “causador” da briga por comemorar na frente da torcida adversária, foi suspenso por dois jogos.

  • O técnico Vagner Mancini, foi absolvido das acusações de ter pedido para que um jogador forçasse expulsão, assim como André Lima, Ramon, Bruno Bispo e Mário Silva. A partida foi encerrada pelo árbitro aos 34 minutos do segundo tempo por número insuficiente de atletas em campo e a vitória foi dada ao Bahia por W.O. O jurídico do Vitória informou que vai recorrer da decisão, já o vice-presidente do Bahia, Vitor Ferraz, contestou a pouca rigidez das penas impostas ao Vitória.

    Publicidade