Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Ávila reconhece mérito do Fluminense e reclama do setor ofensivo

Por Da Redação 8 set 2011, 00h55

O técnico cruzeirense, Emerson Ávila, seguem sem vencer no comando da Raposa. O treinador admitiu após a derrota por 2 a 1 para o Fluminense, nesta quarta-feira, no Parque do Sabiá, que o time carioca mereceu vencer a partida. Segundo ele, o ataque celeste deixou a desejar, enquanto o Tricolor soube explorar os contragolpes.

‘Um jogo de poucas oportunidades de gol da nossa parte. No segundo tempo, o Fluminense não chegou tanto, mas foi inteligente, utilizou o contra-ataque e foi merecedor da vitória’, analisou Ávila, que lembrou dos desfalques da equipe, principalmente no setor ofensivo.

‘A gente se ressente de muitos desfalques. Jogadores importantes. Nesta quarta-feira viemos sem o Ortigoza, sem o Wellington Paulista, nem precisa falar do Wallyson que é só para o ano que vem. São jogadores importantes’, comentou, citando as novas opções.

‘Outros estão surgindo para a posição, caso do Bobô, que seria uma opção para hoje, mas a substituição do Fábio foi inesperada e acabou tomando uma opção de mudança dentro da partida. O Keirrison ainda sente um pouco a falta de ritmo.’

Realista, o comandante afirmou ainda que, as pretensões do Cruzeiro de chegar a Libertadores devem ser deixadas de lado. De acordo com o treinador, o principal objetivo do time e voltar a vencer as partidas, e no final voltar a cogitar a possibilidade de chegar a competição Sul-americana.

‘A palavra nossa é reação, pontuar. Não adianta abrir tabela para olhar colocação dos adversários que estão na frente, quantos pontos precisamos para passar o próximo. Nós precisamos é vencer e melhorar a nossa condição, e mais para frente tentar alimentar a possibilidade de algo melhor dentro da competição’, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade