Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ausência de volante preocupa Leão para Copa do Brasil

Por Fernando Faro

São Paulo – O cartão amarelo levado por Denilson na partida contra o Goiás criou um problema para Emerson Leão no São Paulo. O treinador não terá o volante para a partida de volta no Estádio Serra Dourada, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, e não possui nenhum atleta com suas características à disposição (Wellington está machucado e Fabrício ainda não está em condições de jogo).

Leão demonstrou preocupação a falar sobre o assunto e admitiu que precisará improvisar o setor no jogo em Goiânia, que vale vaga na semifinal da Copa do Brasil. Ele não considera Rodrigo Caio pronto para assumir a função e não aprova os nomes disponíveis na base, como Zé Vitor, que já defendeu os profissionais.

“O Denilson vai fazer uma falta muito grande, pois não tenho reposição de peça à altura para a função de primeiro volante. Precisaremos adaptar, treinar e aí colocarmos o que entendemos ser melhor para a equipe”, afirmou o treinador.

A opção que parece ser mais viável para o momento é adaptar o polivalente meia Cícero na função e promover o retorno do atacante Fernandinho ao time. Dessa forma, Lucas pode tanto ser recuado para o meio quanto atuar como terceiro atacante. Apesar da preocupação do comandante, os jogadores acreditam que o problema será resolvido sem maiores traumas.

“Gosto de elogiar o Denilson porque ele me ajuda muito dentro e fora de campo e está dando seu máximo mesmo no fim do contrato (o jogador fica até o mês que vem, quando retorna para o Arsenal). Perdemos muito com a saída dele, mas quem entrar vai dar conta. Estamos recheados de bons atacantes”, ponderou o volante Casemiro, que, com a suspensão do companheiro, deve ficar um pouco mais preso à marcação.

Antes de pensar no jogo de volta contra o Goiás, quando defenderá a vantagem de 2 a 0 conquistada na quarta-feira, o São Paulo se prepara para estrear no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, enfrenta o Botafogo a partir das 16 horas, no Engenhão, no Rio.