Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Aumento de casos da Covid-19 em Osaka tira tocha olímpica das ruas

Autoridades de saúde temem que uma variante do vírus esteja desencadeando uma quarta onda de infecções meses antes do início das Olimpíadas de Tóquio

Por Da Redação Atualizado em 7 abr 2021, 12h46 - Publicado em 7 abr 2021, 12h25

A cidade de Osaka, no Japão, está passando por crise sanitária, com um aumento de casos de Covid-19 e perigo de colapso na rede de saúde local. Por isso, a cerimônia de passagem da tocha olímpica na cidade será realizada em um parque, sem participação do público, e não nas vias públicas como havia sido planejado.

As autoridades de saúde temem que uma variante do vírus esteja desencadeando uma quarta onda de infecções 107 dias antes do início das Olimpíadas de Tóquio, com uma campanha de vacinação ainda em um estágio inicial. A prefeitura relatou 878 novas infecções na quarta-feira, um segundo dia consecutivo de números recordes. Os casos graves ocupam cerca de 70% dos leitos hospitalares da região.

O governador da região administrativa de Osaka, Hirofume Yoshimura, que anteriormente havia pedido o cancelamento do revezamento da tocha apenas na cidade, disse que todos os trechos em vias públicas deveriam ser cancelados. O comitê organizador olímpico disse nesta quarta-feira que realizará a etapa de Osaka da corrida da tocha olímpica, marcada para 13 a 14 de abril, no parque comemorativo da Expo 1970 de Osaka.

Publicidade