Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atual campeã, Espanha encara a Irlanda para encaminhar a vaga

Depois de estrear empatando com a Itália por 1 a 1, a Espanha segue a defesa do título da Eurocopa nesta quinta-feira, quando encara a Irlanda na Arena Gdansk, em Gdansk, na Polônia, às 15h45 (de Brasília) , em confronto válido pela segunda rodada do Grupo C. Os espanhóis precisam desta primeira vitória na competição sob pena de se complicarem na luta pelo bicampeonato. A oportunidade é boa para isso, pois os irlandeses estrearam perdendo de 3 a 1 para a Croácia e dão sinais de que não encontrarão forças para reagir.

Vicente del Bosque, técnico da Espanha, pediu aos seus comandados que se movimentem muito na frente para tentar furar o forte esquema defensivo armado pelos irlandeses. ‘Nós sabemos que não é nada fácil jogar contra a Irlanda, pois ela se fecha os noventa minutos. Precisamos de muita movimentação no ataque para termos sucesso. E tudo isso sem se descuidar da defesa’, disse Del Bosque.

Para este compromisso o treinador espanhol deu a entender que não vai promover mudanças em sua equipe, mas em um treino fechado chegou a testar Fernando Torres na vaga do atacante David Silva, o que pode indicar alguma coisa em termos de alteração.Pelo lado da Irlanda, o técnico Giovanni Trapattoni está trabalhando o aspecto psicológico de seus jogadores para convencê-los de que eles podem superar a Espanha. ‘A Espanha é metade Real Madrid, metade Barcelona. Só falta o Messi. São campeões do mundo. Mas mesmo assim não é um time imbatível. A Itália esteve perto de vencê-la e nós temos que acreditar’, disse o comandante.

Em termos de escalação,a Irlanda vai com força máxima, uma vez que o veterano goleiro Shay Given e o zagueiro Richard Dunne, que eram dúvidas por conta de cansaço muscular, confirmaram escalação.

FICHA TÉCNICA

ESPANHA X IRLANDA

Local: Arena Gdansk, em Gdansk (Polônia)

Data: 14 de junho de 2012, quinta-feira

Horário: 15h45(de Brasília)

Árbitro: Pedro Proença (Portugal)

ESPANHA: Casillas, Arbeloa, Sergio Ramos, Piqué e Jordi Alba; Busquets, Xabi Alonso, Xavi e Iniesta, e Cesc Fábregas; David Silva (Fernando Torres)

Técnico: Vicente del Bosque

IRLANDA: Given, O’Shea, Dunne, St. Ledger e Ward; Duff, Andrews, Whelan e McGeady; Robbie Keane e Doyle

Técnico: Giovanni Trapattoni