Clique e assine a partir de 8,90/mês

Atraso no voo adia retorno de Felipão ao Palmeiras

Por Da Redação - 18 out 2011, 16h38

Por Giuliander Carpes

São Paulo – O técnico Luiz Felipe Scolari deveria voltar ao trabalho no Palmeiras na tarde desta terça-feira, após ter viajado no fim de semana para Portugal, onde foi acompanhar o casamento do filho mais velho – nesse período, foi desfalque até mesmo no jogo contra o Fluminense no domingo. Mas um atraso no voo impediu a sua presença no treino. Assim, ele “reassume” o comando do time apenas na tarde desta quarta, quando o grupo volta a treinar.

O atraso no retorno do Felipão adiou também a definição sobre a situação do atacante Kléber, que está afastado do time desde que discutiu com o treinador na semana passada. A diretoria palmeirense planejava ter uma reunião com o técnico nesta terça-feira para encontrar uma solução para o caso, mas não deu certo.

Depois da discussão, Felipão já avisou que não irá trabalhar mais com Kléber. Assim, o atacante está treinando sozinho na Academia, longe do restante do elenco palmeirense, como aconteceu na manhã desta terça-feira. Essa situação deve prosseguir nos próximos dias, até que a diretoria do clube decida o que fazer.

Ainda nesta terça-feira, os jogadores do Palmeiras tiveram uma reunião na Academia com representantes do Sindicato dos Atletas de São Paulo. O tema do encontro foi sobre a violência sofrida pelo volante João Vitor, que foi agredido por torcedores palmeirenses na semana passada – confusão que acabou provocando a discussão entre Felipão e Kléber -, e sobre como evitar casos desse tipo.

Nesse primeiro encontro, não ficou definida nenhuma medida. Mas os representantes do Sindicato prometeram procurar jogadores dos outros grandes clubes do futebol paulista para tentar formalizar uma proposta para evitar casos de violência de torcedores contra os atletas, que têm sido comuns ultimamente em São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade