Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Atlético, só bronze, tem desembarque melancólico em BH

<p>Com o aeroporto vazio e o grupo desfalcado, delegação retornou do Marrocos</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 20h44 - Publicado em 23 dez 2013, 13h21

Em 9 de dezembro, a delegação do Atlético-MG embarcava para o Marrocos com o aeroporto tomado pela torcida, que fazia festa na despedida dos jogadores. Duas semanas depois, o desembarque foi completamente diferente. A delegação chegou a Belo Horizonte nesta segunda-feira e encontrou o Aeroporto Internacional de Confins vazio. A surpreendente eliminação para o Raja Casablanca, do Marrocos, na sefiminal do Mundial de Clubes, fez com que a volta para o Brasil fosse amarga. O peso da derrota não foi aliviado nem mesmo com a conquista do bronze na vitória sobre o Guangzhou Evergrande, da China. Dos poucos atleticanos que deram entrevista após o desembarque, Michel e Luan reconheceram o clima melancólico.

Leia também:

Cartola diz que Ronaldinho fica e craque escala seu irmão

Atlético cumpre obrigação e termina Mundial de Clubes em 3º

Bayern derrota o Raja Casablanca e conquista o Mundial

Continua após a publicidade

“Foi uma viagem muito dura para nós. Viemos de cabeça inchada por tudo que aconteceu no Mundial. Não era o que a gente queria, mas conseguimos o terceiro lugar, que é muito importante”, falou o lateral Michel, dando importância à medalha de bronze que trazia na mala. Já o atacante Luan lamentou ver o aeroporto vazio e o mau resultado no Marrocos. “Sem dúvida, não foi da forma que a gente esperava. Saímos daqui com milhares de torcedores fazendo festa, mas infelizmente não deu para trazer o título mundial. Agora é trabalhar muito para chegar lá de novo e trazer este título”, planeja. De férias, o elenco volta a trabalhar só em 20 de janeiro – parte do grupo já tinha se desligado da delegação, e o técnico Cuca, que vai para a China, nem voltou com os atletas.

Enquanto o Atlético voltava ao Brasil desanimado, o Bayern de Munique, que conquistou o título do Mundial de Clubes ao vencer o Raja Casablanca por 2 a 0, em Marrakesh, retornava à Alemanha orgulhoso com a nova conquista – o troféu já está exposto em seu museu. É a terceira vez que o Bayern é campeão mundial, mas o clube alemão nunca havia vencido a versão do torneio organizada pela Fifa. O time ainda não encerrou 2013 e entrará em campo para enfrentar o Sttutgart, às 17 horas (de Brasília) de domingo, pelo Campeonato Alemão. O jogo foi adiado por causa da ida do Bayern ao Marrocos.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade