Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atlético-MG é eliminado pelo Raja Casablanca por 3 a 1

O Atlético-MG não conseguiu segurar o Raja Casablanca na tarde desta quarta-feira, em Marrakesh (Marrocos), e perdeu por 3 a 1, ficando fora da final de sábado contra o Bayern de Munique, no Mundial de Clubes. Os brasileiros não conseguiram furar a defesa do Raja nem foram firmes o bastante para evitar os contra-ataques. Em um deles, no início do segundo tempo, o Raja marcou seu primeiro gol, o que deu melhor movimentação ao jogo. Pouco depois, aos 18 minutos, Ronaldinho, em noite sem muita inspiração, marcou de falta, mas Moutaouali marcou de pênalti, aos 38, e Mabide fechou o jogo nos descontos. Leia também:

Cuca admite atuação ruim e pede desculpas à torcida

No Horto, festa atleticana termina em lágrimas e desespero

‘É duro’, diz Ronaldinho após a noite bizarra em Marrakesh

O jogo –Sem colocar a bola no chão, o Atlético-MG precisou de muito tempo para entrar em jogo e aos 21 minutos conseguia sua primeira jogada de perigo. Pela esquerda, Lucas Cândido bateu cruzado para a grande área, Jô chegou de carrinho entre os zagueiros e mandou por cima do gol. A bola saiu muito próxima da trave. Dez minutos depois, Fernandinho recebeu sozinho na grande área após cruzamento de Marcos Rocha e bateu forte, rasteira, e a bola passou rente à trave esquerda de Askri.

Logo depois, foi a vez do Raja quase marcar: o lateral Karrouchy cruzou na área e o capitão Moutaouali apareceu livre para chutar de primeira. A bola saiu também muito próxima da trave.

Leia também:

Bayern vence fácil o Guangzhou no Mundial de Clubes Dirigente do Atlético-MG desconversa sobre futuro de Cuca Todos os jogadores do Mundial fizeram exame antidoping Começa o Mundial de Clubes – e a Fifa torce por equilíbrio

No segundo tempo, o Raja voltou mais determinado. Erraki puxou contra-ataque pela esquerda e virou o jogo para Iajour, marcado a distância por Lucas. Ele recebeu, entrou na área e chutou sem chance para Victor. Cuca então sacou Josué e Marcos Rocha para colocar Leandro Donizete e Luan.

Aos 18, Fernandinho sofreu falta na entrada da área pela meia esquerda e Ronaldinho Gaúcho foi para a bola. Com maestria, mandou no ângulo esquerdo e deixou Askri imóvel no centro do gol.

Depois do empate, o Atlético-MG perdeu o ímpeto, parecia acomodado, e trocava passes lentos e sem objetivo no meio de campo. Mas aos 38, Réver derrubou Iajour na grande área, depois de uma jogada rápida pela esquerda. Moutaouali bateu e converteu.

Nos descontos, com o desespero do Atlético atrás de um novo gol de empate, em outro contra-ataque Moutaouali tocou por cima de Victor e a bola bateu no travessão. Mabide acompanhou toda a jogada ao lado de Moutaouali e na rebatida tocou par ao gol vazio.

FICHA TÉCNICA

RAJA CASABLANCA 3 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Le Grande Stade, em Marrakesh (MAR)

Árbitro: Carlos Velasco‎ Carballo (ESP)

Assistentes: Roberto Alonso Fernandez e Juan Carlos Yueste Jimenez (Ambos da Espanha)

Cartão amarelo: Réver (Atlético-MG)

Gols: Iajour, aos 5, Moutaouali, aos 38, e Mabide, aos 48 minutos do segundo tempo; Atlético: Ronaldinho Gaúcho, aos 18 minutos do segundo tempo

RAJA CASABLANCA: Askri; El Hachimi, Adil Karrouchy, Mohamed Oulhaj e Benlamalem; Erraki, Guehi, Chtibi (Mabide) e Moutaouali; Lajour (Coulibaly) e Hafidi (Kanda). Técnico: Nabil Maaloul

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha (Luan), Leonardo Silva, Réver e Lucas Cândido (Alecsandro); Pierre, Josué (Leandro Donizete), Tardelli e Ronaldinho; Fernandinho e Jô. Técnico: Cuca