Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Atlético-MG bate Corinthians e chega à segunda vitória

Clube mineiro vence por 1 a 0 e mantém 100% de aproveitamento

Por Da Redação - 27 maio 2012, 18h02

O Atlético-MG aproveitou a atmosfera ideal propiciada pela torcida que lotou o Independência recém-inaugurado e venceu o atual campeão, o Corinthians, por 1 a 0, na tarde deste domingo. O gol da vitória saiu em um contra-ataque rápido, após lançamento preciso do zagueiro Réver, que Danilinho, de costas, completou para o gol. Esta foi a segunda vitória dos mineiros na competição, enquanto o clube paulista segue sem somar pontos, após duas rodadas.

Classificado para a semifinal da Libertadores, o Corinthians decidiu vir para Belo Horizonte sem três dos seus principais jogadores, o volante Paulinho e os atacantes Emerson e Jorge Henrique, mas ainda assim fez boa partida e desperdiçou algumas chances.

Após um começo de jogo trucando, as duas equipes passaram a realizar um jogo aberto, mas com poucas chances efetivas de gol. O primeiro bom lance surgiu aos 15 minutos, depois de um erro de passe do Corinthians, que resultou em contra-ataque com André. O avante, da entrada da área, arriscou um arremate cruzado para a boa defesa do goleiro Cássio.

Aos 31 minutos, Alex conseguiu se livrar da marcação e cruzou para Elton, que, livre dentro da área, cabeceou para fora – a chance mais clara dos visitantes.

Publicidade

A resposta do Atlético veio no minuto seguinte com Mancini, que, atrapalhado pelo zagueiro Chicão, finalizou a direita de Cássio. Antes do intervalo, o Corinthians voltou a ter uma ótima chance de abrir o placar com o avante William, que recebeu dentro da área e bateu cruzado para excelente defesa do goleiro Giovanni.

No segundo tempo, o técnico Cuca promoveu a estreia do lateral Júnior César e ainda trocou Dudu Cearense por Escudero, deixando o Atlético-MG mais ofensivo.

Em uma partida aberta, o Corinthians voltou a assustar. Aos 18 minutos, após uma boa trama ofensiva, Willam apareceu de frente para o gol, tirou do goleiro, mas Réver salvou, de ombro, quase em cima da linha.

O castigo veio no minuto seguinte com Danilinho, que recebeu cruzamento da esquerda e, de costas para o gol, tocou por cima do goleiro Cássio. O gol deu moral aos donos da casa, que tiveram na sequência mais duas chances de ampliar, mas os atacantes falharam na hora de concluir a jogada. Ainda houve teve tempo para Fábio Santos e André serem expulso nos minutos finais, antes de o juíz encerrar a partida.

Publicidade

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG vai receber o Bahia no Independência, mas o técnico Cuca terá dez dias para recuperar atletas lesionados, já que o confronto só acontece na quarta-feira da outra semana. O Corinthians terá um dia a mais de preparação para encarar o Figueirense, no Pacaembu.

(com agência Gazeta Press)

Publicidade