Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atlético-MG: atenção contra o Raja para evitar surpresa

Jogadores falam em cautela contra o adversário de quarta, na semifinal

O Atlético-MG vai enfrentar o Raja Casablanca na semifinal do Mundial de Clubes, nesta quarta, em Marrakesh, às 17h30 (horário de Brasília), e vai precisar tomar muito cuidado para não ser surpreendido. O goleiro Victor disse que o Atlético precisa redobrar a atenção se quiser chegar à final. “O Raja é um time bom, que se defende bem e sai rápido no contra-ataque, mas não podemos abdicar do que estamos acostumados, que é pressionar o adversário. É isso que sabemos fazer.”

Leia também:

Dirigente do Atlético-MG desconversa sobre futuro de Cuca

Atlético-MG faz semifinal contra Raja Casablanca no Mundial

Atlético-MG faz primeiro treino no Marrocos

O atacante Diego Tardelli aposta na habilidade dos jogadores do Atlético para superar o Raja. “É uma equipe que joga fechada, toca a bola e dificilmente dá chutão. Vamos ter de usar a habilidade de cada um para passar pela defesa.” Seu companheiro de ataque, Jô, também disse que é preciso atenção nos contra-ataques. “Todos acharam que o Monterrey venceria o Raja e foram surpreendidos. Temos de tomar bastante cuidado, não vai ser um jogo fácil.”

​Leia também:

Bayern desembarca no Marrocos e descarta favoritismo

Todos os jogadores do Mundial fizeram exame antidoping

Mundial: Torcida do Atlético-MG faz festa no aeroporto

Se o Atlético vencer, terá pela frente o vencedor de Bayern de Munique e Guangzhou Evergrande (China), que jogam nesta terça, às 17h30 (de Brasília), em Agadir (Marrocos). O Bayern é favorito e busca o título para fechar um ano perfeito: conquistou a tríplice coroa – Campeonato Alemão, Copa da Alemanha e Liga dos Campeões. Um dos astros do Bayern, Franck Ribéry, disse que é importante boa atuação no Mundial. “Ainda temos dois jogos, mas se ficarmos com o troféu, será um grande prêmio a todos nós.” O goleiro do Bayern, Manuel Neuer, afirmou a taça do Mundial fechari o ano em grande estilo. “Tivemos muito sucesso nos últimos 12 meses. Esses jogos do Mundial nos dão a chance de mostrar que somos realmente o número 1.”

(Com Estadão Conteúdo e agência Gazeta Press)